Érico Leonan/Divulgação
Érico Leonan/Divulgação

Alan Kardec revela conversa no vestiário para motivar São Paulo

Atacante afirma que elenco está confiante para jogo com o Santos

Estadão Conteúdo

26 de outubro de 2015 | 20h25

De volta ao time titular do São Paulo, Alan Kardec vem tentando fazer a sua parte dentro e fora de campo. Nesta segunda-feira, o atacante revelou uma conversa que teve com seus companheiros de time ao fim da derrota para o Santos, por 3 a 1, no jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil, na quarta passada. Esbanjando confiança, Kardec tentou estimular a equipe para buscar a virada nesta quarta, na Vila Belmiro.

"Após a partida contra o Santos, encontrei com os companheiros no vestiário e perguntei ''na lata'' se eles acreditavam na classificação, na retomada. Todos disseram que sim. Essa mentalidade é importante, tem de sempre entrar em campo e procurar fazer o melhor. Acreditar do começo ao fim será fundamental", revelou o atacante.

Para Kardec, a conversa é o primeiro passo para resgatar a confiança do time, que precisa ganhar por três gols de diferença (ou por apenas dois desde que o placar supere 4 a 2). "O primeiro passo é acreditar que é possível reverter a diferença. O segundo é ter frieza para definir as jogadas porque as oportunidades aparecerão. As capacidades física e mental serão fundamentais. Todos estão acreditando que é possível reverter a situação."

O atacante afirmou que o placar do jogo de ida foi "mentiroso", por não corresponder à atuação do São Paulo no Morumbi. "No primeiro jogo, aconteceu um placar que ninguém esperava, um placar até certo ponto mentiroso pelas chances que criamos", declarou Kardec, nesta segunda. "Eu mesmo perdi oportunidades. O placar poderia não ter sido esse."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.