Confiante, Alex debuta contra a Argentina

Enfrentar a Argentina logo na primeira rodada do quadrangular final é o preço que o Brasil pagará por ter ficado em segundo lugar na primeira fase e disputado a repescagem, mas o zagueiro Alex está feliz por ter logo os arqui-rivais pela frente. "Acho uma boa pegar a Argentina logo de cara. É um jogo que motiva bastante e que vai nos dar muita confiança se vencermos. E se conseguirmos os três pontos dificilmente ficaremos fora da Olimpíada." Será a primeira vez que ele enfrentará uma seleção argentina.Autor de 15 gols na temporada passada com a camisa do Santos, Alex começou 2004 mantendo o "instinto goleador". Marcou nas duas últimas partidas e é um dos vice-artilheiros do Brasil ao lado de Diego e Marcel, atrás apenas de Robinho - que marcou três, dos quais dois foram de pênalti. "Tô chegando na artilharia", brinca.Nos três primeiros jogos do torneio, ele não tinha tido nenhuma chance para marcar de cabeça. Contra Chile e Colômbia, guardou na primeira bola que chegou na medida. "O pessoal acertou o pé nas cobranças de escanteio (Fábio Rochemback cruzou no gol contra os chilenos e Elano no de domingo). Também está ajudando o fato de termos tido tempo para acertar o posicionamento nos lances de bola parada ali na frente. Nas primeiras partidas eu não estava achando a bola quando ia para a área."Atrás também as coisas vão bem. Ele está bem entrosado com Edu Dracena e o Brasil tem a melhor defesa da competição, com apenas dois gols sofridos em cinco partidas. "Vira e mexe vem alguém e fala que a defesa do Brasil é lenta. Acho que falam isso porque o Edu e eu somos altos. Mas não damos bola para isso e mostramos em campo que formamos uma boa dupla."Adiós - Alex continua com esperança de ser vendido para um clube europeu ainda este mês, embora faltem apenas 10 dias para o mercado de contratações ser fechado e o Santos insista em mantê-lo no elenco pelo menos até o meio do ano por causa da Libertadores. "Meu empresário (Giuliano Bertolucci) está lá na Europa. Ele foi tentar acertar alguma coisa para o Eduardo Alcides (zagueiro da Sub-20) e também está vendo algo para mim. O problema é que o Santos vai apostar tudo na Libertadores e não quer me deixar sair."Ele voltará ao Brasil segunda-feira e espera que a diretoria e a comissão técnica permitam que descanse alguns dias. "Conversei com os outros jogadores do Santos que estão aqui na Seleção e pretendemos pedir uns dias de folga. Mas nem sei se o clube vai dar, porque nossa estréia na Libertadores é dia 5."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.