José Méndez / EFE
José Méndez / EFE

Confiante, mexicano Salcedo projeta triunfo sobre alemães: 'Ninguém é invencível'

Zagueiro aposta em jogo coletivo para levar o México à vitória diante dos atuais campeões mundiais

Estadão Conteúdo

14 Junho 2018 | 11h10

O zagueiro Carlos Salcedo pregou respeito à Alemanha, mas disse que o México não precisa se intimidar para jogar contra a atual campeã do mundo em sua estreia da Copa da Rússia, neste domingo, às 12 horas (de Brasília), em Moscou. De acordo com o defensor, a mentalidade mexicana deve ser vencedora e, inclusive, mirar o título do torneio que começa nesta quinta-feira com o duelo entre os donos da casa e a Arábia Saudita.

+ Corona diz ter esperança de ser titular do México e fazer seu 1º jogo em uma Copa

+ México corta Diego Reyes da Copa por lesão; Erick Gutiérrez é chamado

"Temos de respeitá-los por serem os campeões, mas ninguém é invencível em um Mundial. Todas as equipes chegam com a ideia de ganhar a Copa e a gente também. Nós nos vemos saindo com a vitória. Queremos dar um passo grande e que jogo é melhor do que esse?", questionou Salcedo em coletiva de imprensa nesta quinta.

O zagueiro acredita que o jogo coletivo pode levar o México à vitória. "Não me interpretem mal, é que todos dizem que eles são muito superiores, mas nosso técnico nos falou que só três jogadores podem ganhar partidas em um lance: Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar. Fora isso, futebol é muito equilibrado e é possível cobrir fraquezas de muitas formas", analisou o defensor, citando as palavras do treinador colombiano Juan Carlos Osorio.

Para a partida de domingo em Moscou, Salcedo dá a receita para a seleção mexicana enfrentar a Alemanha e largar bem no Grupo F. "Tentar jogar no mano a mano, mas ser inteligente e se postar bem, buscar controlar os pontos fortes deles e explorar as fraquezas, que todo mundo tem", disse Salcedo.

 

Depois de encarar a seleção alemã, os mexicanos vão enfrentar a Coreia do Sul no dia 23, em Rostov, e terminarão participação na primeira fase do Mundial contra a Suécia, no dia 27, em Ecaterimburgo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.