Itamar Aguiar/Divulgação
Itamar Aguiar/Divulgação

Confiante na contratação de Vargas, Santos 'esquece' Rildo

'Se mudarem algumas coisas, a gente volta a conversar', admitiu o presidente Odílio Rodrigues

O Estado de S. Paulo

07 de janeiro de 2014 | 05h02

SANTOS - O Santos está tão confiante na contratação do atacante chileno Eduardo Vargas - a diretoria espera acertar os últimos detalhes nesta terça-feira - que decidiu suspender as negociações com a Ponte Preta para levar Rildo, que era uma espécie de plano B. "Com o Rildo, a gente parou (de negociar). Houve algum desencontro no percurso. Então, as negociações estão suspensas. Se mudarem algumas coisas, a gente volta a conversar", admitiu o presidente em exercício Odílio Rodrigues.

Com o meia Lucas Lima, a situação está "bem encaminhada", nas palavras do presidente. A contratação depende apenas de uma reunião entre o Santos, o Internacional e o fundo de investimentos e parceiro santista Doyen Sports.

Embora as perspectivas sejam boas nessas negociações, a permanência de Cícero, artilheiro da equipe na última temporada, com 24 gols, preocupa os dirigentes. O jogador recebeu uma ótima proposta do chinês Shandong Luneng - o mesmo clube que contratou o técnico Cuca - e ficou tentado. Sua apresentação não está confirmada para amanhã, juntamente com o restante do grupo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.