Confiante, São Caetano enfrenta Peñarol

Sem medo de pressão e confiante na vitória, o São Caetano tenta o segundo triunfo seguido na Copa Libertadores da América, nesta terça-feira à noite, diante do Peñarol, no Estádio Centenário, em Montevidéu. O jogo, válido pelo grupo 1, começa às 19 horas (Brasília) e terá transmissão, ao vivo da SporTV.Com este pensamento positivo, o São Caetano vai em busca da liderança. Na sua estréia o Azulão venceu o The Strongest, no ABC paulista, por 4 a 2. O América, do México, lidera com quatro pontos, mas já fez dois jogos. Venceu em casa o Peñarol, por 3 a 1, e depois empatou sem gols com o The Strongest, na Bolívia, que soma um ponto. O time uruguaio é no momento o lanterna com zero.A idéia do técnico Muricy Ramalho é justamente mostrar aos jogadores que a Libertadores não é diferente de outras competições como o Campeonato Paulista e o Campeonato Brasileiro. "É claro que existem alguns detalhes, como a catimba dos adversários e a pressão nos campos deles, mas isso é normal dentro do futebol", diz o técnico, acompanhado por alguns jogadores mais experientes, como o meia Gilberto. Para ele, que já disputou duas vezes a competição pelo Grêmio, "o que interessa é jogar bola e buscar sempre a vitória".A delegação chegou a Montevidéu às 13 horas e realizou um treino leve no final da tarde. A grande baixa do time é o meia Marcinho, que cumpre suspensão por sua expulsão na estréia. Lúcio Flávio é o provável substituto, mantendo assim o esquema 4-4-2 que funcionou bem nas duas vitórias seguidas no Paulistão, contra o Palmeiras, por 1 a 0, e diante do Ituano, por 3 a 2, em Itu. A outra opção é a entrada de Gustavo como terceiro zagueiro.Em relação ao time que venceu o Ituano, sábado, também há outra mudança: a entrada de Ânderson Lima, que estava suspenso, no lugar do reserva Edson Mendes.Time jovem - O Penãrol, clube mais tradicional do Uruguai, é formado por um elenco muito jovem. A principal novidade do técnico Diego Aguirre será o zagueiro haitiano Jean Pierre Jacques, que estreará no Estádio Centenário. Outra surpresa será a presença do atacante Apellaniz, que substituirá o titular Sérgio Leal, com uma lesão na coxa direita. O time fará sua estréia em casa e busca a reabilitação. A expectativa na cidade é grande e um bom público deve acompanhar o jogo.

Agencia Estado,

01 de março de 2004 | 16h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.