Confiante, São Caetano só pensa no Santos

Em busca de seu primeiro título importante nos 15 anos de existência, o São Caetano espera aproveitar a boa fase para superar o Santos, chegar à final e conquistar o Campeonato Paulista de 2004. Esse é o pensamento do técnico Muricy Ramalho, que não esconde a confiança no seu time e também acredita que faltam poucos detalhes para atingir seu objetivo.A confiança é tanta que na última semana o clube priorizou de vez o campeonato regional, mesmo porque sua situação na Copa Libertadores da América é delicada. "Temos chances ainda nas duas competições", lembra Muricy, preferindo, porém, só falar destes confrontos com o Santos pelas semifinais. "Estamos numa crescente e só precisamos tirar proveito desta situação, porque não é fácil vencer o Santos, um time muito forte e competitivo".O time do ABC vem embalado após vencer seus últimos cinco jogos pelo Paulistão, contra Palmeiras, Ituano, Paulista, União São João e São Paulo. Além de elogiar o adversário, o técnico também enaltece as qualidades dos seus jogadores. "É um elenco de alta qualidade técnica, inteligente e obediente taticamente".A equipe voltou a trabalhar na sexta-feira à tarde. De novo, com portões fechados. Foi a última chance de memorizar algumas jogadas ensaiadas, tanto em bolas paradas como em circunstâncias de jogo, além de alertar sobre alguns pontos fortes do adversário, como os avanços dos laterais, a movimentação dos meias Diego e Elano, além da marcação sobre Robinho e Robson.Time - Com relação ao time, não há confirmação mas é pouco provável que Muricy mude o esquema vencedor adotado contra o São Paulo nas quartas-de-final, no Morumbi. O zagueiro Dininho, recuperado de lesão muscular, deve ser opção no banco de reservas. O esquema 3-5-2 será mantido com a defesa formada por Gustavo, Thiago e Serginho. O elenco fará um recreativo pela manhã de sábado e depois iniciará a concentração. O time deve começar jogando com: Silvio Luiz; Gustavo, Thiago e Serginho; Ânderson Lima, Marcelo Mattos, Mineiro, Marcinho e Gilberto; Warley e Fabrício Carvalho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.