Confiante, Vágner Mancini quer presente do Vitória

O técnico do Vitória, Vágner Mancini, embarcou confiante com a equipe para Belo Horizonte, porém certo de que terá pela frente um jogo difícil, neste sábado, às 18h30, no Mineirão, contra o Atlético Mineiro, vice-líder do Campeonato Brasileiro. O time mineiro soma 50 pontos, enquanto o rubro-negro baiano é o nono colocado, com 44.

ELIANA LIMA, Agencia Estado

24 de outubro de 2009 | 08h13

Veja também:

linkAtlético-MG conta com Diego Tardelli para bater Vitória

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Vamos disputar um jogo contra um grande clube, uma grande torcida, mas confiantes em fazer uma boa partida. Eles também enfrentarão uma equipe motivada, que quer chegar ao G-4", afirmou Mancini, que completará 43 anos neste sábado e espera, mais que a pequena festa surpresa organizada pela equipe técnica do clube nesta sexta-feira, o triunfo, para celebrar a data.

Na manhã desta sexta-feira, o treinador teve uma longa conversa com os atletas para acertar detalhes da partida e discutir sobre o que não lhe agradou no treino da última quinta-feira no Barradão. "Às vezes, uma boa conversa é mais importante que um treino. Tínhamos que acertar alguns pontos que foram vistas de erros no treino e depois fomos a campo ajustar visando, logicamente, realizar um bom jogo diante do Atlético", disse Mancini.

Para definir a equipe que entrará em campo, Mancini ainda tem uma dúvida no ataque, entre Roger e Leandrão. "Vou analisar o momento de ambos e definir depois (quem entrará jogando)", fez mistério o treinador.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroVitória

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.