Rubens Chiri/ São Paulo FC
Rubens Chiri/ São Paulo FC

Confira 10 destaques da Copa São Paulo de Futebol Júnior

'Estado' destaca alguns jogadores que chamaram a atenção na competição neste ano

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

24 de janeiro de 2020 | 10h30

A Copa São Paulo de Futebol Júnior chega ao fim neste sábado com a partida entre Internacional x Grêmio, às 10h (horário de Brasília), no estádio do Pacaembu. A partida terá entrada gratuita e com a presença das duas torcidas. Mas até os gaúchos chegarem à decisão, o que não faltou foram gols, emoção e jogadores que começaram a aparecer para todo o Brasil. Alguns deles até já tiveram uma ascensão profissional.

O Estado destaca dez garotos que chamaram a atenção ao longo da competição. Vale ressaltar que muitos atletas fizeram parte de times que não foram muito longe, mas mostraram o suficiente para chamar a atenção de outros clubes ou da comissão técnica do elenco principal. 

Guilherme Pato, atacante do Inter

Guilherme Pato tem 18 anos e se destaca pela habilidade. O atacante do Inter fez a diferença na partida contra o Corinthians, na semifinal da competição, e seu desempenho já desperta o interesse da comissão técnica do time principal. O que joga contra o garoto é o fato de apenas 1,64m de altura, mas ele compensa a falta de altura com velocidade e dribles. 

Praxedes, meia do Inter

O meia Praxedes tem apenas 17 anos e já chama a atenção pela personalidade e categoria com a bola no pé. O técnico Eduardo Coudet, do time principal, já comentou sobre o garoto e estuda a possibilidade de promovê-lo ao time principal. A juventude pode fazer com que ele acabe esperando um pouco mais para ter espaço. 

Diego Rosa, volante do Grêmio

Volante campeão mundial sub-17 com a seleção brasileira, Diego Rosa mostra força e bom arremate de fora da área. Ele tem chamado a atenção pela facilidade para chegar ao ataque, sem desproteger a defesa. É apontado como uma das maiores promessas do Tricolor gaúcho na base.

Elias, atacante do Grêmio

Artilheiro do Grêmio na Copinha, ele chama a atenção por ser um jogador que consegue conciliar bem força e velocidade. Contra o União Mogi, ele marcou um dos gols mais bonitos da Copinha, ao acertar um belo voleio. 

Felipe Micael, atacante do Mirassol

Felipe Micael tem 18 anos e chamou a atenção pela facilidade para marcar gols. No total, o atacante marcou dez gols e deve acabar como artilheiro da Copinha com uma certa folga. O desempenho garantiu a promoção ao time principal do Mirassol e também o interesse de grandes clubes do Brasil. O Atlético-MG é um dos que já se mostraram interessados no jogador

Gabriel Pereira, atacante do Corinthians

Atacante e meia de 18 anos chegou da base do Guarani e tem contrato com o Corinthians até março de 2022. Seu bom desempenho na Copa São Paulo fez com que a diretoria admitisse a possibilidade dele ser promovido ainda esse ano. De acordo com Duílio Monteiro Alves, diretor de futebol do clube, o técnico Tiago Nunes vai analisar o jogador com mais atenção depois da Copinha e poderá lhe dar uma oportunidade no elenco principal.

Galeano, atacante do São Paulo

Paraguaio de 19 anos, chamou a atenção do São Paulo na final de 2018, quando atuava pelo Rubio Ñu. Está emprestado ao time brasileiro, que já manifestou interesse em sua contratação. Para ficar com ele, será preciso pagar 600 mil dólares (R$ 2,5 milhões) por 60% dos direitos econômicos. 

Reifit, atacante do Oeste

Atacante de 18 anos, ele foi dispensado do Santos e está emprestado pelo Corinthians ao Oeste. Seu contrato de empréstimo se encerra no dia 31 de janeiro e ele deverá retornar ao Corinthians para jogar no time B, onde passará por um período de observação e poderá ser chamado pelo técnico Tiago Munes para participar dos treinos do profissional.

Foguinho, meia da Chapecoense

Foguinho tem 19 anos e não foi muito longe na Copinha com a Chapecoense. Mesmo assim, deixa a competição como um dos atletas mais cobiçados. O meia já foi promovido ao time principal pelo técnico Ney Franco e tem propostas de Goiás, Inter e Santos para o segundo semestre. 

Valdenilson, atacante Moto Club 

Atacante de 19 anos, Valdenílson foi eliminado com o Moto Club ainda na primeira fase da Copinha, mas fez o suficiente para ser contratado pelo Palmeiras e fará parte da base do clube paulista neste ano. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.