Leonardo Moreira/Fortaleza
Leonardo Moreira/Fortaleza

Ceni no Flamengo: confira a carreira como técnico, números, títulos e tudo sobre o treinador

Novo comandante do time rubro-negro assume seu quarto clube após se aposentar como goleiro e chega com contrato até dezembro do ano que vem

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

10 de novembro de 2020 | 10h43

Rogério Ceni é o novo técnico do Flamengo. O treinador deixou o Fortaleza na noite da segunda-feira e na manhã desta terça-feira foi anunciado pelo clube carioca. Será sua terceira chance em um dos 12 grandes clubes do Brasil. E agora num dos maiores. Antes do Flamengo, Ceni já havia comandado sem sucesso Cruzeiro e São Paulo, onde fez carreira como goleiro

Ceni tem 47 anos e é um dos novos técnicos do Brasil. Tem trabalho como treinador nos últimos três anos. Embora tenha passado por três clubes, o Mito, como é chamado por torcedores (de São Paulo e Fortaleza), teve destaque apenas no Fortaleza, onde conquistou quatro títulos. Nesse curto período, Ceni coleciona conquistas importantes, mas também decepções e polêmicas. 

Quem é Rogério Ceni

Como jogador, atuou toda a carreira no São Paulo. Iniciou no Sinop, do Mato Grosso, mas ainda na base foi para o time paulista e jogou pelo clube entre 1990 a 2015. Conquistou diversos títulos, entre eles dois Mundiais de Clubes (1993 e 2015), duas Libertadores (1993 e 2005) e três Brasileiros (2006, 07 e 08). Também fez parte da seleção brasileira campeã do mundo em 2002. 

Times dirigidos

Ele se aposentou como goleiro no fim de 2015. No ano seguinte, foi auxiliar de Dunga na seleção durante a Copa América de 2016. No dia 24 de novembro de 2016, foi anunciado como novo treinador do São Paulo. Sem sucesso e com o time tricolor negociando diversos jogadores ao longo da temporada, Ceni foi demitido no dia 3 de julho de 2017, coincidentemente, após derrota para o Flamengo. Foi o seu primeiro 'baque' na nova profissão. 

No dia 10 de novembro de 2017, acertou com o Fortaleza. Era o ano do centenário do clube do Nordeste. Depois de se destacar na equipe cearense, foi contratado pelo Cruzeiro e chegou ao clube mineiro no dia 11 de agosto de 2019. Encontrou em Minas muitos problemas e acabou sendo demitido no dia 26 de setembro, após desavenças com jogadores e resultados ruins. Três dias depois, dia 29 de setembro, retornou ao Fortaleza, onde estava até a segunda-feira, dia 9. 

Títulos

Foram quatro títulos na carreira de Ceni como treinador: Série B do Campeonato Brasileiro (2018), Campeonato Cearense (2019 e 2020) e Copa do Nordeste (2019). Todos com o Fortaleza. O Cearense de 2020 foi conquistado há menos de um mês

Números como treinador

  • No São Paulo: 34 partidas, com 14 vitórias, 11 empates e 9 derrotas. 
  • No Cruzeiro: 8 jogos, sendo 2 vitórias, 2 empates e 4 derrotas
  • No Fortaleza (somando as duas passagens): 153 jogos, sendo 81 vitórias, 33 empates e 39 derrotas

Polêmicas

No São Paulo, logo em seu início de carreira, Ceni trocou farpas com o presidente do clube, Leco, quando foi demitido. O dirigente disse que Rogério não estava pronto para ser treinador, por isso não deu certo no Morumbi. O técnico respondeu em suas redes sociais: "Não se deixe enganar pelos cabelos brancos, pois os canalhas também envelhecem". Desde então, o nome de Ceni virou assunto proibido na diretoria tricolor, embora seja aclamado pela torcida. Ceni ainda não venceu o São Paulo como técnico.

No Cruzeiro, ele deixou o clube um mês após ser contratado, em meio a desavenças com jogadores. O estopim foi uma declaração do meia Thiago Neves criticando a escalação em partida contra o Inter, que causou a eliminação da equipe na Copa do Brasil. "Era um jogo diferente e nós tivemos de nos adaptar a um novo esquema. Na minha opinião, você querer mudar dois, três jogadores fora de casa é muita coisa, ainda mais contra um time que vem formado. Então, improvisar jogadores é difícil, principalmente jogadores que não vêm jogando", disse o atleta. A declaração caiu como uma bomba no Cruzeiro e Ceni acabou sendo demitido após as discussões.

Relação com o Fortaleza

Embora tenha deixado o clube pela segunda vez, Ceni sai pela porta da frente. Considerado por boa parte da torcida o treinador mais importante da história do clube, o ex-goleiro conquistou títulos e se tornou referência até fora de campo, com o título de cidadão honorário da cidade de Fortaleza. É claro que há aqueles que não aprovaram sua decisão. Mas todos já sabiam que ele não ficaria no clube. 

Ceni vai dirigir o São Paulo em 2021?

Mesmo não tendo prestígio com a diretoria do São Paulo, Ceni tem moral com os dois candidatos à presidência do clube - a eleição acontecerá no fim deste ano. Ambos, Julio Cesar Casares e Roberto Natel, já deram declarações sugerindo que Ceni seria o treinador do time na próxima temporada. Entretanto, o acerto com o Flamengo pode afetar até as eleições do clube, já que os dois candidatos, principalmente Casares, apostava fortemente no treinador para o ano que vem. 

Quando Ceni estreia no Flamengo?

Ele vai comandar a equipe no treinamento desta terça-feira à tarde e deve ficar no banco de reservas já na partida contra o São Paulo, quarta-feira, pelo confronto de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Curiosamente, Ceni já foi eliminado pelo seu ex-clube na fase passada do torneio, quando o Fortaleza perdeu nos pênaltis para o time de Fernando Diniz.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.