Confira a repercussão dos jornais internacionais sobre a vitória do Milan

SÃO PAULO - A imprensa espanhola se divide para noticiar a vitória do Milan sobre Barcelona, nesta quarta-feira, no San Siro, pela primeira partida das oitavas de final da Copa dos Campeões.

O Estado de S. Paulo

20 de fevereiro de 2013 | 19h29

Enquanto os jornais madrilenhos, Marca e As, valorizaram a boa atuação da equipe italiana, a imprensa catalã prefere fazer coro ao 'choro' do Barcelona.

Já o italiano La Gazzetta dello Sport, dá importância para o Milan e ressalta o ótimo desempenho do treinador, Massimo Alegri.

O Marca, destaca o jogo como uma 'cassetada em Milão', valorizando os gols dos ganeses Prince Boateng e Muntari e ainda frisa que o Barcelona precisará de uma virada história no Camp Nou.

O As, também de Madrid, noticia o Milan como uma equipe mais intensa. O jornal ainda faz questão de citar que os italianos anularam Lionel Messi e que o Barcelona foi uma bagunça em campo.

Já o jornal catalão Mundo Deportivo, prefere ressaltar o toque de mão, não marcado, que resultou no primeiro gol do Milan e foca na partida de volta, que será realizado em 12 de março, com o título de 'à espera de uma noite mágica no Camp Nou'.

A mídia italiana, através do La Gazzetta dello Sport, foi mais forte: 'O diabo no paraíso. Boateng e Muntari marcam, obra-prima de Allegri", valorizando o bom esquema adotado pelo treinador da equipe rossonera. O Milan anulou o Barcelona, que, apesar da posse de bola, pouco conseguiu criar, ficando irreconhecível.

Se quiser continuar sonhando com o título, o Barcelona tem que vencer 2 a 0 - levando a decisão para os pênaltis - ou três gols de diferença a partida de volta, dia 12 de março. No meio do caminho, dois jogos contra o Real Madrid, um deles valendo vaga na final da Copa do Rei. Já o Milan domingo joga contra a Inter de Milão e no sábado seguinte com a Lazio, em confrontos decisivos na briga por uma vaga na próxima Copa dos Campeões.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.