Rafael Arbex/Estadão
Rafael Arbex/Estadão

Veja em que posição seu time pode ficar após a rodada desta quarta

A 26ª jornada do Brasileirão será fundamental para várias equipes

O Estado de S.Paulo

16 de setembro de 2015 | 09h00

A 26.ª rodada do Campeonato Brasileiro começa nesta quarta-feira e será fundamental para as equipes que ainda lutam para alcançar uma vaga na Libertadores do ano que vem, já que apenas cinco pontos separam o Flamengo, 4.º colocado, do Sport, 10.º melhor time do torneio. Além disso, as disputas pelo título e para sair e se afastar da zona do rebaixamento também prometem ser tensas, com jogos disputados e torcedores roendo as unhas com o nervosismo.

BRIGA PELA LIDERANÇA

No topo da tabela, o Corinthians não deixa a liderança nem em caso de derrota para o Internacional, em Porto Alegre. O time está com 51 pontos, cinco a mais que o vice-líder Atlético-MG. O Colorado chega para o jogo animado com sua recuperação no torneio. O time, que figurou na parte de baixo da classificação, está com 37 pontos e se vencer pode encostar ainda mais no G-4 do torneio.

Quem gostaria de uma vitória dos gaúchos em cima do Corinthians seria o Atlético-MG. Contudo, o Galo não terá vida fácil nessa quarta-feira. O time vai à Vila Belmiro enfrentar o Santos, que só foi derrotado uma única vez em casa nesse Brasileirão. Se tudo der certo (o time vencer e o Corinthians perder), a diferença para o líder cai para apenas dois pontos. Mas, em caso de derrota e vitória alvinegra no Sul, a diferença pode ir para a casa dos oito pontos. Já o Santos quer retomar o rumo das vitórias após o revés contra a Ponte Preta. Com 37 pontos o time pode encostar em Flamengo e São Paulo ainda nessa rodada.

LUTA PELA LIBERTADORES

Com 45 pontos e na terceira colocação, o Grêmio viu o Flamengo se aproximar na última rodada. Apenas quatro pontos separam as duas equipes e uma vitória hoje deixaria o Tricolor gaúcho confortável na tabela. O problema é que o time vai a Curitiba encarar o Atlético-PR, que também briga para ir à Libertadores no ano que vem. O rubro-negro está com 38 pontos e precisa melhorar seu saldo de gols para voltar a incomodar Flamengo, São Paulo e Palmeiras.

Na sexta posição está justamente o instável Alviverde. Com os mesmos 38 pontos do Furacão, o Palmeiras tem três pontos e duas vitórias a menos do que o Flamengo, o que o impede de assumir a quarta posição ainda neste rodada, quando enfrenta o Fluminense no Maracanã. Contudo, em caso de vitória, o time volta a brigar de igual para igual com os demais times que lutam para ficar entre os quatro melhores da competição. O Flu, estacionado na tabela com 34 pontos, não vence um jogo há seis rodadas e precisa triunfar para tentar alcançar algo a mais no Brasileirão.

PARA FUGIR DO REBAIXAMENTO

Na parte de baixo da tabela a briga também é boa. O principal jogo para quem está lutando para fugir da zona do rebaixamento será entre Cruzeiro e Vasco. Os mineiros estão com 29 pontos, apenas dois pontos acima do Coritiba, primeiro clube que seria rebaixado caso o Brasileirão já estivesse terminado. Já o Vasco vem de duas vitórias e, com 19 pontos, precisa mais do que nunca bater o rival fora de casa para seguir sua retomada após uma série incrível de nove jogos sem vencer (oito derrotas e um empate).

Nos outros jogos, Figueirense e Avaí fazem o clássico de Florianópolis no estádio Orlando Scarpelli. Os donos da casa estão com 27 pontos e são os primeiros fora da zona do rebaixamento. Com um ponto a menos, o rival precisa da vitória para deixar o Z-4. Goiás (28 pontos) e Ponte Preta (31) jogam no Serra Dourada, com os goianos pressionados por uma vitória. E o Joinville, penúltimo com 22 pontos, precisa desesperadamente dos três pontos nesta quarta-feira contra o inconstante Sport, que está com 36 e ainda luta na parte de cima da tabela.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.