Montagem Estadão
Montagem Estadão

Confira um guia do Mundial de Clubes, que começa nesta quinta

Conheça as sete equipes que brigam pelo título mundial no Japão

Igor Ferraz, O Estado de S. Paulo

09 de dezembro de 2015 | 13h52

Nesta quinta-feira, no tradicional Estádio de Yokohama, no Japão, Sanfrecce Hiroshima e Auckland City fazem a primeira partida da edição 2015 do Mundial de Clubes da Fifa. Como de praxe, os seis campeões continentais da temporada se somam ao campeão nacional do país sede para a disputa do torneio, que chega a sua 12ª edição sob o atual formato.

Na primeira partida, o campeão japonês, Sanfrecce Hiroshima, enfrentará o Auckland City, da Nova Zelândia, presença constante nos últimos torneios. Como as equipes da Austrália disputam a Liga dos Campeões da Ásia, o time neozelandês é a grande força da Oceania. O vencedor deste confronto enfrentará o Mazembe, atual campeão africano, por uma vaga em uma das semifinais contra os argentinos do River Plate.

No domingo, o América do México, campeão da Concacaf, terá a missão de encarar o Guangzhou Evergrande, da China, time treinado pelo brasileiro Felipão que se sagrou campeão asiático no último mês. O vencedor deste confronto encara o poderosíssimo Barcelona, atual vencedor da Liga dos Campeões da Europa. Confira um raio-x dos sete candidatos a campeão mundial em 2015!

Sanfrecce Hiroshima

Após ser destruída pela bomba atômica que encerrou a Segunda Guerra Mundial, em 1945, a cidade de Hiroshima se reergueu e hoje já pode dizer que seu clube é tetracampeão japonês. Administrado pela montadora Mazda, o clube faturou a J-League, que é disputada desde 1992, em 2008, 2012, 2013 e 2015. Também participou do Mundial de Clubes em 2012 e possui um brasileiro no elenco: o atacante Douglas, artilheiro da equipe.

Auckland City

Por incrível que pareça, o clube que mais participou do Mundial de Clubes no atual formato sempre entra como azarão no torneio: trata-se do Auckland City, heptacampeão da Oceania. No ano passado, o clube surpreendeu e chegou até as semifinais, sendo eliminado pelo San Lorenzo, da Argentina. No fim, ainda ficou com o terceiro lugar da competição mesmo beirando o amadorismo, em um feito histórico para o futebol do continente.

Mazembe

Um dos times mais carismáticos do Mundial de Clubes volta à competição em 2015: o Mazembe, do Congo, campeão africano, que traz más lembranças aos torcedores do Internacional (em 2010, eliminou o time brasileiro do torneio ao vencer por 2 a 0). O icônico goleiro Kidiaba e suas comemorações inusitadas têm presença garantida no Japão em 2015. O time é uma das maiores potências do continente e, em seu elenco, possui atletas de sete nacionalidades africanas diferentes. Pentacampeão da Liga dos Campeões da África, o time foi vice-campeão mundial em 2010 após perder a final para a Inter de Milão.

América-MEX

Outro integrante do Mundial de Clubes 2015 é o tradicionalíssimo América, do México. Em 2015, a equipe conquistou seu sexto título da Liga dos Campeões da Concacaf, que abrange a América do Norte. Conhecido por ter uma das maiores e mais apaixonadas torcidas do mundo, o clube mexicano fará sua segunda participação em Mundiais (a última foi em 2006). O time também soma 12 títulos do Campeonato Mexicano.

Guangzhou Evergrande

Talvez a equipe chinesa do Guangzhou Evergrande seja a 'representante brasileira' no Mundial de Clubes 2015. Isso porque a equipe conta com nomes como Robinho, Paulinho, Ricardo Goulart e Elkeson e ainda é treinada por Luiz Felipe Scolari, o Felipão. Desde que assumiu o Guangzhou, o treinador está invicto e levou a equipe à conquista da Liga dos Campeões da Ásia, dando boas perspectivas para o objetivo do time de chegar, pelo menos, até a semifinal, para encarar o Barcelona.

River Plate

O atual campeão da Libertadores talvez seja o principal rival do Barcelona na disputa pelo título mundial no Japão. Tricampeão continental, o River Plate já conseguiu a façanha de vencer o Mundial, em 1986. Agora, a equipe busca o bicampeonato. Entre os trunfos do técnico Marcelo Gallardo estão os meias Carlos Sánchez e Lucho González e os atacantes Rodrigo Mora e Javier Saviola. Em 2012, a equipe disputava a segunda divisão do Campeonato Argentino e um possível título mundial coroaria o 'renascimento' da equipe da forma ideal para os torcedores.

Barcelona

Não há dúvidas de que o poderoso Barcelona é o grande favorito à conquista do título. Na temporada 2014-15, os blaugranás tiveram um ano perfeito com a conquista da Tríplice Coroa (Copa do Rei, Campeonato Espanhol e Liga dos Campeões). Lionel Messi e companhia já faturaram o torneio duas vezes, em 2009 e 2011 (sendo a última delas contra o Santos, com direito a goleada na final por 4 a 0). Tradicionalmente, os times europeus dão menos importância para o Mundial de Clubes da Fifa, porém, tudo indica que o Barcelona não abrirá mão de mais um título. Melhor jogador brasileiro da atualidade, Neymar é dúvida para a competição.

CONFIRA A TABELA

PRIMEIRA FASE

Quinta-feira, 9 de dezembro - Sanfrecce Hiroshima x Auckland City

QUARTAS DE FINAL

Domingo, 13 de dezembro - América x Guangzhou Evergrande - QUARTAS 1

Domingo, 13 de dezembro - Mazembe x Vencedor da primeira fase - QUARTAS 2

SEMIFINAL

Quarta, 16 de dezembro - River Plate x Vencedor da Quartas 2 - SEMI 1

Quinta, 17 de dezembro - Barcelona x Vencedor da Quartas 1 - SEMI 2

FINAL

Domingo, 20 de dezembro - Vencedor da Semi 1 x Vencedor da Semi 2


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.