Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Confira os valores de cota de TV e premiação do Paulistão

Clubes vão receber 12,9% a mais da TV Globo em comparação ao ano passado

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

17 de janeiro de 2020 | 21h25

O Campeonato Paulista começa nesta quarta-feira e mais uma vez o estadual paulista será o mais rico e que pagará melhor aos clubes em todo o Brasil. No total, os times participantes vão receber R$ 187,7 milhões de cota de TV, com Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo recebendo mais que os outros. O valor tem um crescimento de 12,9% em comparação ao ano passado. Quanto a premiação por posição, os clubes receberão R$ 11,79 milhões no total. 

A Rede Globo terá exclusividade de transmissão da competição e passará todos os jogos na TV Globo, SporTV e Premiere, de acordo com suas preferências. Como aconteceu nos anos anteriores, apenas os dois últimos colocados, que serão rebaixados, não vão ganhar qualquer valor de premiação. Apenas receberá a quantia referente a transmissão de seus jogos. 

A competição terá 16 datas, duas a menos do que na edição de 2019. A mudança ocorreu para evitar partidas em data Fifa no mês de março. Com isso, as quartas e as semifinais serão disputadas em jogo único. Confrontos de ida e volta acontecerão apenas na final. O VAR (árbitro de vídeo) será utilizado somente nos mata-matas, com o custo bancado pela FPF. Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo receberão da Globo R$ 26 milhões. Os outros 12 clubes vão receber R$ 6 milhões cada. 

Confira os valores de premiação do Paulistão

  • Campeão: R$ 5 milhões
  • Vice-campeão – R$ 1,650 milhão
  • 3º lugar – R$ 1,080 milhão
  • 4º lugar – R$ 850 mil
  • 5º lugar – R$ 500 mil
  • 6º lugar – R$ 450 mil
  • 7º lugar – R$ 420 mil
  • 8º lugar – R$ 400 mil
  • 9º lugar – R$ 220 mil
  • 10º lugar – R$ 200 mil
  • 11º lugar – R$ 180 mil
  • 12º lugar – R$ 150 mil
  • 13º lugar – R$ 130 mil
  • 14º lugar – R$ 100 mil
  • Campeão do interior – R$ 360 mil
  • Vice do interior – R$ 100 mil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.