Confirmado no Fla, Welinton reclama de cobranças

Preocupações com a defesa permeiam o Flamengo desde o início da temporada. E o setor é o centro das atenções antes do clássico com o Botafogo, domingo, no Engenhão. Entre todos os zagueiros do elenco, porém, ninguém é mais questionado que Welinton.

AE, Agência Estado

16 de setembro de 2011 | 18h56

Aos 22 anos, o jovem defensor já conhece a pressão de vestir a camisa rubro-negra. Precisou se acostumar às vaias e a cobrança quase desumana por um desempenho impecável a cada dividida ou bola aérea.

"Não erro porque quero. Só o Welinton que é Cristo, que não presta. Não precisa gostar de mim porque estou pedindo. Quero apenas fazer meu trabalho para tentar dar alegrias", disse o zagueiro, que chegou a ser barrado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo por uma partida, mas diante da falta de alternativas continua no time para o clássico.

Dessa forma, Luxemburgo tenta resolver o problema da zaga com um reforço na cabeça-de-área. Aírton está livre para jogar, assim como Maldonado. Como os dois voltaram a pouco de lesões, o treinador adianta que um vai ficar no banco. "Eles estão liberados, mas vou optar por um ou outro, não os dois. Vou ter calma para analisar quem vai jogar", disse Luxemburgo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoLuxemburgo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.