Ivan Storti/Divulgação
Ivan Storti/Divulgação

Confirmado no Santos, Werley explica atrito com Enderson

Técnico e jogador trabalharam juntos no Grêmio, em 2014, e zagueiro preferiu ir para a reserva a atuar em setor que não queria

GONÇALO JÚNIOR, O Estado de S. Paulo

22 de janeiro de 2015 | 19h05

O zagueiro Werley realizou exames médicos e assinou contrato de empréstimo por um ano nesta quinta-feira como reforço do Santos. Embora já esteja treinando com o elenco, o jogador de 26 anos deverá ser apresentado oficialmente apenas na próxima terça-feira.

Em entrevista à Santos TV, o zagueiro tentou minimizar o atrito que teve com o técnico Enderson Moreira, quando trabalharam juntos no Grêmio, ano passado. Ele preferia atuar pelo lado direito, contrariando os planos do treinador. Sem acordo, Werley preferiu ficar na reserva a jogar no setor não queria.

"Minha relação com o Enderson é a melhor possível. Ele me ajudou no meu início (no Atlético-MG), no meu crescimento, amadurecimento e tivemos a felicidade de trabalhar depois no Grêmio. Ele evoluiu muito, está entre os melhores do Brasil, estou feliz de trabalhar com ele novamente", afirmou.

O zagueiro chega para a vaga de Edu Dracena, que teve o contrato rescindido amigavelmente e assinou com o Corinthians. Além de Werley, o Santos conta com David Braz, Gustavo Henrique, Jubal e Nailson para a posição. "Sou rápido, gosto de ir para a área. De vez em quando, faço uns golzinhos. Tenho tempo de bola bom. No dia a dia, nos jogos, os torcedores vão conhecer melhor o Werley".

Werley também demonstrou alegria em vestir a camisa santista e revelou conhecer vários jogadores. "Eu me senti muito bem desde o primeiro momento. Pela forma que fui tratado, estou me sentindo em casa. Conheço o Elano, o Chiquinho e outros jogadores por jogar contra. Estou à vontade e muito confiante para fazer um grande ano e ajudar o Santos a conquistar seus títulos", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCPaulistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.