Reprodução/@CBF_Futebol
Reprodução/@CBF_Futebol

Conheça alguns dos 'desconhecidos' times que vão a campo pela Copa do Brasil

Equipe de militares, clube-empresa e clube nascido na várzea, dentre outras histórias, agitam a rodada da competição nacional

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

12 de fevereiro de 2020 | 09h00
Atualizado 19 de fevereiro de 2020 | 16h10

A Copa do Brasil terá mais uma sequência de jogos nesta semana. Nesta quarta e quinta-feira serão 17 partidas realizadas que contarão com alguns clubes tradicionais do futebol brasileiro, mas também com times desconhecidos de boa parte dos torcedores. O Freipaulistano (sim, é escrito tudo junto), por exemplo, é um desses times. Há outra equipe de Caucaia. E até um Bragantino, mas não o de Bragança Paulista. Tem ainda o Afogados e uma equipe de origem militar, dentre outras curiosidades do torneio mais democrático do Brasil. Saiba mais informações sobre a competição

O Estado destaca algumas dessas curiosidades e apresenta, de forma resumida, um pouco da história de alguns desses times que sonham "aprontar" para cima das equipes mais tradicionais. De acordo com o regulamento da Copa do Brasil, a primeira fase é disputada em jogo único onde o time pior ranqueado decide em casa, mas a equipe visitante joga pelo empate. Confira as histórias de alguns dos clubes que estarão em campo nesta quarta e quinta.

BRUSQUE

Time do interior de Santa Catarina, o Brusque está em conversas para se tornar clube- empresa. A diretoria tem um projeto para colocar a equipe na Série B do Brasileiro nos próximos anos. Para isso tem uma parceria com a Havan, loja de departamento, que investe no clube. Neste ano, a equipe mostrou sua força no Campeonato Catarinense ao bater três grandes do Estado, Joinville, Avaí e Chapecoense.

FREIPAULISTANO

O Freipaulistano é da cidade de Frei Paulo. Tem o apelido de Touro do Agreste. O clube foi fundado em 2016 e três anos depois já era campeão da primeira divisão do Sergipano. A folha salarial do modesto clube de Sergipe é de apenas R$ 100 mil e a equipe joga no estádio Municipal Jairton Menezes de Mendonça, o Titão, que recebe quatro mil torcedores apenas.

MANAUS

Clube amazonense fundado em 2013, o Manaus Futebol Clube manda seus jogos nos estádios da Colina e Carlos Zamith para partidas de menor apelo. Para confrontos com maior presença de torcedores, o time joga na Arena da Amazônia, estádio criado para a Copa do Mundo de 2014. O Manaus é o atual tricampeão amazonense (venceu em 2017, 18 e 19). O clube está na Série C do Brasileiro. Seu nome se dá por uma razão óbvia: uma homenagem para a cidade, que não tinha nenhum clube com o nome de Manaus. O uniforme é verde, preto e branco, que simbolizam a Floresta Amazônica (verde), a paz (branco) e o fato de nenhum clube revelante do Estado ter preto em seu uniforme.

ATLÉTICO-BA

O Atlético de Alagoinhas é um time do interior da Bahia formado por vários atletas de equipes amadoras da cidade de Alagoinhas. O símbolo do clube conta com três estrelas que representam a terra, água e o ar.  O clube foi fundado em 1970 e a inauguração do estádio do Carneirão, onde manda seus jogos, foi no ano seguinte em amistoso contra o Corinthians. Detalhe: Roberto Rivellino atuou nesta partida e o Atlético venceu por 3 a 1.

CAUCAIA

Cidade conhecida do Ceará por estar no roteiro turístico da região, Caucaia passou a ter também um time de futebol a partir de 2004. O clube vive de altos e baixos, com rebaixamentos e acessos constantes. A equipe tricolor (vermelha, preta e branca) foi vice-campeã da 2ª divisão do Cearense no ano passado. Seus jogos são no estádio Municipal Raimundo de Oliveira, o Raimundão. 

BRAGANTINO-PA

O Bragantino foi fundado no dia 29 de janeiro de 1993 com o nome de Uberlândia, embora não tenha qualquer ligação com a cidade mineira. Conhecido como Tubarão do Caeté, disputa a Série D do Brasileiro e a primeira divisão do Paranaense. A equipe paraense tem uma folha salarial no valor de R$ 150 mil e os destaques do time são o atacante Rafael Bilau e o goleiro Axel. 

GALVEZ

O Galvez é um clube do Acre formado por policiais militares e que tem o nome em homenagem a Luis Gálvez Rodríguez de Arias, diplomata espanhol que proclamou a República do Acre em 1899. O clube foi fundado com o objetivo de aproximar a PM da população, através do esporte mais popular do Brasil. A equipe está na elite do futebol acreano desde 2013 e já aceita que atletas não-militares participem do time. Não foi assim no começo. A folha salarial é de R$ 50 mil.

SÃO RAIMUNDO-RR

O São Raimundo é o atual tetracampeão de Roraima. Fundado em 2 de janeiro de 1963, em Boa Vista, capital de Roraima, o clube manda seus jogos no estádio do Ribeirão, que tem capacidade para apenas três mil torcedores. O time ganhou ainda mais popularidade durante a Copa São Paulo de Juniores deste ano, quando jogadores da equipe doaram seus lanches para moradores de rua da cidade de Suzano. 

AFOGADOS-PE

Fundado em 2013, o Afogados tem como mascote uma coruja, simbolizando a inteligência e a sabedoria. O clube chegou na elite estadual em 2017 e chamou a atenção por ter ficado em terceiro lugar no ano passado, após eliminar o tradicional Santa Cruz nas quartas de final. É a primeira vez que o Afogados disputa um torneio nacional .

Confira os jogos desta rodada

Quarta

Toledo-PR x Náutico-PE

Brusque-SC x Sport-PE

Freipaulistano-SE x Remo-PA

Gama-DF x Brasil de Pelotas-RS

Manaus-AM x Coritiba-PR

Atlético-BA x Botafogo-PB

Caucaia-CE x São José-RS

Bangu-RJ x Oeste-SP

Bragantino-PA x Ceará-CE

Campinense-PB x Atlético-MG

Galvez-AC x Vila Nova-GO

Altos-PI x Vasco-RJ

Águia Negra-MS x Sampaio Corrêa-MA

Quinta

São Raimundo-RR x Cruzeiro-MG

Afogados-PE x Atlético-AC

Novo Hamburgo-RS x Ponte Preta-SP

Ferroviária-SP x Avaí-SC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.