'Conjunto do Corinthians não está funcionando', diz Marquinhos Gabriel

Para meia, 'quando a equipe está compacta, individualidades aparecem automaticamente'

Estadão Conteúdo

17 Agosto 2016 | 21h00

Os jogadores do Corinthians tentam explicar os motivos que fizeram o time cair tanto de rendimento nas últimas partidas do Brasileirão. O meia Marquinhos Gabriel disse nesta quarta-feira que, na sua opinião, o problema está no fato do time ter dificuldades para entrosar e, consequentemente, alguns atletas vivem um momento ruim individualmente.

"Quando o conjunto não funciona, as individualidades também não vão aparecer, mas quando a equipe está compacta, bem centralizada, e encaixada, as individualidades vão aparecer automaticamente", analisou.

Ele também lamentou a falta de sorte que a equipe tem tido nos últimos jogos e acha que isso não pode ser ignorado no momento de analisar o momento do time comandado por Cristóvão Borges. "Teve um lance do Giovanni Augusto que, sem goleiro, foi interceptado. Vamos continuar trabalhando para que essa maré volte a funcionar a nosso favor", lamentou.

Fazendo uma autocrítica, o meia entende que seu momento também não é dos melhores e que não tem conseguido demonstrar o mesmo futebol dos tempos de Santos, em 2015. "Não, ainda não sou (o mesmo do Santos). Mas a gente vai tentar evoluir a cada jogo, a cada partida e treino para que as coisas aconteçam aqui também. Tem um monte de fatores, não vou individualizar, mas sei que tenho que melhorar", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.