Juan Mabromata/ AFP
Juan Mabromata/ AFP

Conmebol declara apoio a Platini na eleição para presidente da Fifa

Napout diz que 'tem todos os requisitos de um grande presidente'

Estadão Conteúdo

06 de agosto de 2015 | 20h24

O presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), o paraguaio Juan Ángel Napout, revelou nesta quinta-feira que vai apoiar o francês Michel Platini nas eleições da Fifa no dia 26 de fevereiro do ano que vem. "Nós acreditamos que Platini reúne todos os requisitos para ser um grande presidente. É uma pessoa excepcional, um homem que vai fazer muito bem ao futebol", disse o dirigente.

Napout gostaria que todos os presidentes das confederações nacionais na América do Sul votassem em bloco no ex-jogador francês na sucessão de Joseph Blatter. Ele sabe que não contará com o voto da CBF em Platini.

Marco Polo Del Nero, presidente da entidade brasileira, não estaria disposto a votar no dirigente europeu e se segura na eventual candidatura de Zico para não se aliar aos que trabalham por Platini assumir a Fifa. O brasileirao tende a ficar do lado do candidato a ser lançado por Blatter. Mas tem de ir a Zurique votar.

Até agora, Michel Platini, presidente da Uefa e ex-jogador francês, o brasileiro Zico e o sul-coreano Chung Mong-joon já manifestaram oficialmente a intenção de se tornarem candidatos à presidência da Fifa. Para poder estar apto a participar do pleito, o postulante ao cargo precisa ter o apoio oficial de pelo menos cinco federações nacionais filiadas à entidade máxima do futebol mundial.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFifaMichel PlatiniConmebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.