Carl Recine/Reuters
Carl Recine/Reuters

Conmebol inicia processo para instalar árbitro de vídeo nesta Libertadores

Entidade abre licitação para implantar tecnologia na semifinal e na decisão do torneio deste ano

O Estado de S. Paulo

28 de julho de 2017 | 16h32

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) vai implantar na fase final da Copa Libertadores deste ano o sistema de árbitros assistente de vídeos (VAR, na sigla em inglês). Por isso, nesta sexta-feira a entidade sul-americana anunciou a abertura da licitação para selecionar a empresa responsável para instalar e cuidar do novo sistema tecnológico.

Será a primeira vez que uma competição da Conmebol terá o auxílio da tecnologia para a arbitragem. O novo sistema vai valer apenas nas semifinais e na final da edição deste ano. "Estamos avançando no teste e implementação gradual da tecnologia de vídeo para repaldar a arbitragem com o intuito de falicitar a tomada de decisões corretas, reduzir os erros e promover o jogo limpo", disse o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez.

Segundo a entidade, para instalar a tecnologia nas seis partidas decisivas da Libertadores deste ano as empresas interessadas devem ter capacidade para trabalhar nos dez países do continente e experiência em atuação com árbitro de vídeo em competições interiores. Os candidatos terão até o dia 1º de agosto para solicitar uma audiência e até dia 10 do mesmo mês para enviar as propostas de trabalho.

Os árbitros de vídeo foram utilizados pela primeira vez em competições da Fifa em dezembro do ano passado, no Mundial de Clubes, no Japão. Logo na estreia, a consulta à tecnologia determinou a marcação de um pênalti na partida entre Kashima Antlers e Atlético Nacional, pela semifinal do torneio. O sistema também foi adotado na última edição da Copa das Confederações, na Rússia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.