Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Sebastiao Moreira/Reuters
Sebastiao Moreira/Reuters

Conmebol multa Santos e o técnico Cuca por problemas em semifinal contra o Boca

Gandulas, reposição de bolas, macas e equipamentos médicos provocaram a punição dada pela entidade

Redação, Estadão Conteúdo

15 de janeiro de 2021 | 09h56

A Conmebol anunciou nesta sexta-feira que o Santos e o técnico Cuca foram multados por problemas ocorridos na partida de volta das semifinais da Copa Libertadores contra o Boca Juniors, na última quarta, no estádio da Vila Belmiro, vencida pelo time brasileiro por 3 a 0. Segundo a notificação divulgada pela entidade em seu site oficial, ambos estão sendo multados por reincidência em problemas antes advertidos.

Cuca foi multado em US$ 35 mil (cerca de R$ 183 mil na cotação atual), enquanto que o Santos terá de pagar à Conmebol pouco mais de US$ 10 mil (R$ 52,5 mil). O valor será retirado, automaticamente, da quantia que ambos receberiam por direitos televisivos e de patrocínios.

Segundo a Conmebol, a punição foi causada por reincidência em problemas envolvendo gandulas, reposição de bolas, macas e equipamentos médicos. A multa foi protocolada logo após a partida que classificou o Santos à decisão da Libertadores, que será no próximo dia 30 contra o Palmeiras, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Ainda cabe ao Santos e ao treinador entrar com um recurso, nos próximos cinco dias, para que a punição dada pela Conmebol seja revista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.