Conmebol quer jogos em cidades com altitude vetada pela Fifa

Membros da entidade afirmam que farão pressão para que a Bolívia possa mandar partidas na cidade de La Paz

Efe,

20 Dezembro 2007 | 10h25

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) reafirmou o seu apoio à disputa das Eliminatórias da Copa do Mundo em cidades de grande altitude, apesar do novo veto da Fifa a estádios acima de 2.750 metros sobre o nível do mar. Veja também: Apenas o Fluminense tem azar no sorteio da Libertadores O argentino Julio Grondona, membro do Comitê Executivo da Conmebol, disse após a reunião das autoridades da entidade, nesta quarta-feira, em Assunção, que "fará o possível" para que a Fifa permita os jogos restantes das Eliminatórias em La Paz e em outras cidades do Peru e Equador. "Temos que dizer às autoridades da Fifa que solucionem o problema. Caso contrário, não poderemos continuar com as Eliminatórias", disse Grondona. O secretário-geral da Confederação, o também argentino Eduardo Deluca, explicou que enviou uma carta à Fifa. "Como não é um torneio da Confederação, esperemos que a entidade considere o pedido", disse. "Os dez países da Conmebol aceitam que a Bolívia continue disputando as Eliminatórias jogando em La Paz [a 3.600 metros acima do nível do mar]", enfatizou. Deluca acrescentou que não haverá nenhuma restrição para os jogos da Copa Libertadores de 2008. A Fifa modificou no dia 15, em Tóquio, a sua resolução sobre os jogos em grandes altitudes. pela nova norma, estão proibidas as partidas internacionais a mais de 2.750 metros acima do nível do mar "sem a aclimatação necessária" dos jogadores.

Mais conteúdo sobre:
ConmebolLa PazaltitudeFifa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.