Conpresp aprova instalação da cobertura do Morumbi

Obra deve durar 18 meses e não deve obrigar o São Paulo a jogar em outro local durante o período

PAULO FAVERO, O Estado de S. Paulo

28 de agosto de 2012 | 20h29

SÃO PAULO - O São Paulo recebeu uma boa notícia do Conpresp (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo). Nesta terça-feira, foi aprovada no órgão a instalação da cobertura no Morumbi. Isso é mais um passo para a conclusão das obras de modernização do estádio são-paulino.

Na reunião desta terça-feira ainda ficou definido que o clube terá de comprovar duas diretrizes no projeto: desenvolver solução de desenho que atenue a percepção da treliça espacial, que se situa sobre o anel da arquibancada superior, a ser submetida à aprovação do Conselho; e apresentar, para aprovação do Conpresp, o projeto básico de arquitetura do conjunto das intervenções agora aprovadas.

Com a cobertura do estádio, o clube poderá fazer shows em uma arena para 25 mil pessoas sem precisar usar o gramado. No projeto de modernização do Morumbi, que já vem sendo tocado com a troca de cadeiras e reforma no anel inferior, essa arena multiuso terá um papel importante para trazer mais recursos ao São Paulo.

Após essa vitória no Conpresp, o clube terá agora de conseguir o alvará na prefeitura, mas isso não deve ser problema, apesar da reclamação de alguns moradores da região do estádio. Segundo estimativas do São Paulo, a obra deve durar cerca de 18 meses e dificilmente o time ficará sem atuar no estádio por causa disso, pois muita coisa será feita na parte externa ou nos meses de férias do calendário do futebol.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCMorumbi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.