Lucas Figueiredo/CBF
Lucas Figueiredo/CBF

Conselheiro do São Paulo, novo presidente da CBF é parabenizado pelo clube

Rogério Caboclo assume o cargo em abril do ano que vem

O Estado de S.Paulo

18 Abril 2018 | 18h47

O São Paulo divulgou nesta quarta-feira uma nota oficial em seu site parabenizando Rogério Caboclo pela eleição à presidência da Confederação Brasileira de Futebol. A nota, assinada pelo presidente do Conselho Deliberativo, Marcelo Abranches Pupo Barboza, lembra que o dirigente é conselheiro vitalício do clube e diz que os torcedores estão orgulhosos por vê-lo no cargo mais alto do futebol brasileiro.

+ Reforço mais caro do ano, Everton se diz preparado para pressão

+ Raí vê dificuldade, mas crê em renovação de Militão no São Paulo

+ Rogério Caboclo é eleito presidente da CBF

 

Caboclo foi diretor adjunto de marketing do São Paulo, entre abril de 1991 e abril de 1992 e ainda ocupou o cargo de Diretor Financeiro entre maio de 2000 e abril de 2002. Ele é filho de Carlos Caboclo, que também é conselheiro vitalício do time do Morumbi. 

O São Paulo foi um dos 17 clubes da Série A que votou favorável ao dirigente. O Corinthians votou em branco, o Flamengo se absteve e o Atlético-PR não votou. 

Confira a nota oficial divulgada pelo clube:

O São Paulo FC parabeniza seu Conselheiro Vitalício Rogério Langanke Caboclo pela eleição à presidência da Confederação Brasileira de Futebol. Filho do também Conselheiro Vitalício Carlos Caboclo, Rogério foi Diretor Adjunto de Marketing entre abril de 1991 e abril de 1992 e ocupou o cargo de Diretor Financeiro entre maio de 2000 e abril de 2002. Em sua trajetória no clube e no Conselho, sempre se destacou pela dedicação e pela postura conciliadora e que privilegia o diálogo e o entendimento.

"O Conselho Deliberativo do São Paulo, assim como toda a coletividade são-paulina, sentem-se orgulhosos por ter Rogério Caboclo, um de seus membros,  ascendendo ao nível mais alto do futebol brasileiro. Desejamos ao Rogério sucesso no enfrentamento desses novos desafios, certos de que em muito contribuirá para o desenvolvimento do futebol brasileiro, assim como outro grande são-paulino, Paulo Machado de Carvalho, já fez no passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.