José Patricio/AE
José Patricio/AE

Conselheiros do Palmeiras defendem venda de Valdivia

Arnaldo Tirone, presidente do clube, tem sofrido pressão de todos os lados para vender jogador

DANIEL BATISTA, Agência Estado

24 de julho de 2012 | 14h04

SÃO PAULO - O presidente Arnaldo Tirone sofre pressão de todos os lados para aceitar uma proposta no valor de 4 milhões de euros (aproximadamente R$ 9,9 milhões) para vender o meia Valdivia ao futebol do Catar. Conselheiros mais próximos do dirigente alegam que é uma boa oportunidade de ainda conseguir fazer dinheiro com o jogador, mas o presidente acha que seria mais importante para o clube a manutenção do jogador pelo menos até o fim da Libertadores do ano que vem.

A ideia do empresário que fez a proposta pelo chileno é levá-lo para o Catar e só chegando lá, decidir onde ele jogaria. O salário que seria oferecido ao jogador é bem maior do que o que ganha atualmente no Palmeiras e, além disso, ele poderia ficar próximo de sua família. Após o sequestro sofrido no início de junho, a esposa do atleta decidiu ir para o Chile e não pretende retornar ao Brasil.

O empresário Osório Furlan, dono de 36% dos direitos econômicos do jogador (54% são do Palmeiras e 10% do pai do jogador, Luis Valdivia) é contra a venda do jogador pelo valor oferecido. "Acredito que o ideal seria ele ficar para a Libertadores. Mas se for para ser vendido agora, não vale a pena aceitar uma proposta menor do que 6 milhões de euros. Só com esse valor todo mundo sai ganhando", disse o empresário, que investiu na contratação do jogador por querer ajudar o clube. "Não fiz pensando em lucro, mas também, não posso perder dinheiro", justificou.

As declarações de Valdivia após o jogo contra o Náutico, no domingo, quando revelou a possibilidade de deixar o clube, irritaram os dirigentes e a comissão técnica do Palmeiras. Já havia sido feito um acordo para que o jogador permanecesse no clube e ele poderia viajar para o Chile sempre que tivesse folga. Mas a chegada dessa nova proposta fez o meia romper o silêncio.

Apesar de toda polêmica e da indefinição sobre o seu futuro, a tendência é que Valdivia enfrente o Bahia, quinta-feira, na Arena Barueri, em partida válida pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.