Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Conselho aprova chapas para eleições presidenciais do Palmeiras

Galiotte e Genaro vão concorrer ao cargo de presidente no dia 24 de novembro

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

15 Outubro 2018 | 21h50

O Conselho Deliberativo do Palmeiras aprovou na noite desta segunda-feira as duas chapas que concorrerão à presidência. Estão confirmados como candidatos Maurício Galiotte, atual mandatário que tentará a reeleição e, seu primeiro vice-presidente, Genaro Marino, que será representante da oposição.

Para disputar a presidência na assembleia de sócios, no dia 24 de novembro, o candidato precisava passar pelo filtro do Conselho. A chapa tem de ter a aprovação de pelo menos 15% do total de cadeiras do Conselho, o que equivale a 42 votos. A chapa de Galiotte teve 146 votos; a de Genaro Marino, 83 votos. 

A chapa de Galiotte é formada pelos vice-presidentes Paulo Roberto Buosi, Décio Perin, Alexandre Zanotta, José Eduardo Luz Caliari. Genaro Marino, Victor Fruges e José Carlos Tomaselli foram para a oposição, enquanto Antonino Jesse Ribeiro, ainda que não mantenha o cargo, segue aliado a Maurício.

Os oposicionistas são todos ex-diretores com Paulo Nobre entre 2013 e 2016: José Carlos Tomaselli, Ricardo Galassi, Luis Henrique Fronterotta e Guilherme Gomes Pereira. O ex-mandatário, rompido com Maurício, dará apoio a Genaro neste processo eleitoral.

O atual presidente conta com o apoio da patrocinadora e conselheira Leila Pereira e da maioria do Conselho Deliberativo. Genaro tem apoio da ala ligada a Mustafá Contursi e do ex-presidente Paulo Nobre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.