Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Divulgação/ CR Vasco da Gama
Divulgação/ CR Vasco da Gama

Conselho Deliberativo do Vasco oferece a Pelé título de sócio honorário

Decisão foi votada nesta quarta-feira e ressalta a torcida do Rei à equipe cruz-maltina

Redação, O Estado de S.Paulo

26 de maio de 2021 | 21h33

O Conselho Deliberativo do Vasco votou nesta quarta-feira a concessão do título de sócio honorário a Pelé. De acordo com comunicado divulgado pela equipe cruz-maltina, o Rei do Futebol foi vascaíno na infância e continua torcendo pelo clube até os dias de hoje, e, por isso, foi aprovada essa decisão, qualificada como uma medida que "saúda a história do futebol".

"As contribuições de Pelé para o futebol brasileiro e mundial dispensam apresentações, e muito orgulha ao Vasco que o Rei do Futebol tenha uma ligação tão intensa com o clube. Pelé se declara vascaíno desde sua infância, tendo vestido a camisa do Gigante da Colina no Torneio do Morumbi, em 1957. Quis o destino que o gol 1000 de Pelé, marcado com a camisa do Santos, fosse marcado no Maracanã, contra o clube do coração", expressa a nota.

O Torneio do Morumbi, lembrado pelo Vasco na nota, foi disputado em 1957. Santos e Vasco formaram um "combinado" e reuniram seus jogadores em partidas contra adversários brasileiros e internacionais. Tricampeão com a seleção brasileira, Pelé marcou seu gol 1000 em 19 de novembro de 1969, na vitória dos santistas sobre vascaínos, no Maracanã, por 2 a 1.

A relação de Pelé com o Santos não impede o carinho pelo Vasco. Edson Arantes do Nascimento dedicou boa parte de sua carreira à equipe santista. Lá atuou de 1956 a 1974, quando se transferiu para o Estados Unidos, jogando no New York Cosmos, já em fim de carreira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.