Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Conselho do Vasco perdoa dívida milionária de Eurico

Votação foi realizada nesta terça sem a presença da oposição

MARCIO DOLZAN, O Estado de S. Paulo

20 de maio de 2015 | 09h37

Sem a presença da oposição, o Conselho Deliberativo do Vasco decidiu votar pelo perdão de uma dívida de cerca de R$ 3 milhões que o clube cobrava de Eurico Miranda. A decisão aconteceu em reunião extraordinária realizada na noite de terça-feira, na sede da Lagoa Rodrigo de Freitas.

Em minoria no conselho e já prevendo derrota na votação, a oposição, que conta com 30 conselheiros, decidiu não comparecer à reunião e divulgou nota momentos antes em que afirmava que "tal renúncia (à cobrança da dívida) se mostra totalmente descabida, já que tal valor representa 13 vezes o valor arrecadado pelo financiamento coletivo para arrecadação de valores visando a reforma do Ginásio de São Januário".

A dívida que era cobrada pelo Vasco era referente ainda a uma ação da década de 1990. Após a prisão do ex-atacante Edmundo, Eurico ironizou os desembargadores da 6ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio e foi processado por eles, sendo condenado a pagar indenização no valor de R$ 1,3 milhão. O valor foi pago pelo clube.

Após o pagamento, o Vasco abriu processo interno para ser ressarcido pelo ex-(e atual) presidente. Com os juros e correção monetária do período, Eurico teria que pagar cerca de R$ 3 milhões. Mas, com a decisão dessa terça-feira, a dívida foi extinta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.