Marcos de Paula/Estadão
Marcos de Paula/Estadão

Consórcio Maracanã e clubes estudam baixar preço dos ingressos

Junto de Fluminense e Botafogo, responsáveis pela administração do estádio querem evitar arquibancadas 'às moscas' no estádio

LEONARDO MAIA, Agência Estado

08 de agosto de 2013 | 18h49

RIO - Ainda não há previsão para implantação, mas os ingressos para jogos no Maracanã vão ficar mais baratos. O consórcio que administra o estádio e Fluminense e Botafogo debatem a necessidade de redução dos valores cobrados pelos bilhetes. Para todos os setores, e não apenas para as arquibancadas no meio de campo, local ficou às moscas nas últimas partidas no Maracanã.

O assunto já está sendo discutido há algum tempo pelos gestores do estádio, que pretendem abaixar o preço dos setores cuja receita é integralmente sua, como estabelece o contrato com o Fluminense e o Botafogo. Mas a questão é mais complexa e não cabe apenas à concessionária.

É necessária uma negociação com os clubes porque, por contrato, os valores praticados nos assentos do consórcio têm que ser obrigatoriamente mais caros do que os determinados pelos clubes, como forma de garantir que esses setores tenham mesmo uma procura maior.

Assim, o consórcio precisa aguardar a definição do preço dos setores atrás dos gols para, a partir daí, determinar quanto a mais vai cobrar pelas entradas localizadas na parte central do gramado.

Nos jogos disputados no Maracanã até o momento, mesmo nos clássicos, o grande vazio nesses locais fica ainda mais evidenciado pelas transmissões pela TV, que concentram suas imagens nessa área. É algo que o consórcio quer evitar. E os clubes foram convidados a debater mais a fundo o tema.

Para o clássico deste domingo entre Fluminense e Flamengo, com mando do primeiro, os preços já estão definidos e não sofrem alterações. Setores norte e sul (atrás dos gols e de renda total do Flu): R$ 80. Premium Oeste: R$ 180,00. Premium Oeste Clube: R$ 140,00. Premium Leste Clube: R$ 140,00. Fan Tickets: R$ 100,00.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.