Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

'Contamos com o apoio da torcida para reverter a situação', diz Eduardo Baptista

Palmeiras precisa derrotar a Ponte Preta por 4 a 0 para ir à final do Paulistão

O Estado de S.Paulo

17 de abril de 2017 | 07h00

O apoio da torcida será fundamental para o Palmeiras derrotar a Ponte Preta e ir à final do Campeonato Paulista. Essa é a visão do técnico Eduardo Baptista após a derrota em Campinas (SP) por 3 a 0 no primeiro jogo da semifinal, neste domingo.

"Vamos mudar nossa postura, mas contamos com o apoio da nossa torcida para reverter essa situação", afirmou o treinador. O segundo jogo da semifinal será neste sábado, às 19 horas, no estádio Allianz Parque, em São Paulo.

Para ir à decisão, o Palmeiras precisa derrotar a Ponte Preta por 4 a 0 para não depender das penalidades. Caso o vença por três gols de diferença, a vaga será decidida na disputa por pênaltis.

O discurso no Palmeiras é de otimismo, apesar do resultado desastroso. Jogadores como o volante Felipe Melo afirmaram que "não existe o impossível no futebol" e que é possível ganhar pelo placar de quatro gols de diferença.

Outro jogador que garante que o time ainda está na briga é o atacante Dudu. "Temos uma semana para trabalhar e reverter o placar". Como não há jogos pela Copa Libertadores no meio de semana, o time só volta a campo no sábado, quando revê a Ponte Preta no estádio Allianz Parque.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.