Contando com 'Quarteto Fantástico', Barça enfrenta o Celtic

Rijkaard poderá contar com Messi, Henry, Eto'o e Ronaldinho após sofrer com contusões de sues jogadores

Efe

19 de fevereiro de 2008 | 18h36

O Barcelona enfrenta nesta quarta o Celtic em Glasgow na partida de ida das oitavas-de-final da Liga dos Campeões tendo liberados seus quatro principais atacantes - Messi, Henry, Eto'o e Ronaldinho Gaúcho. A partida realizada no Celtic Park será a segunda oportunidade na qual o técnico holandês Frank Rijkaard poderá contar com as quatro estrelas de sua equipe ao mesmo tempo, após vários problemas de lesões e por convocações dos mesmos. No entanto, o treinador deve optar por uma formação na qual o brasileiro Ronaldinho Gaúcho tem grandes possibilidades de ser sacrificado, começando no banco. Enquanto isto, o camaronês Samuel Eto'o retorna com vaga praticamente assegurada entre os titulares. Assim, o Barcelona tentará alcançar um bom resultado fora de casa para depois garantir a classificação jogando no Camp Nou. Mas, esta será uma missão muito difícil diante de um adversário como o Celtic do técnico Gordon Strachan, que alcança ótimos resultados em casa. Após a vitória de 2 a 1 sobre o Zaragoza, que deu novo ânimo ao Barça, Rijkaard decidiu pressionar seus jogadores a voltarem a ser a equipe que encantou o mundo nas últimas temporadas. O treinador holandês conta com inúmeras possibilidades de escalação, pois não tem problemas médicos. Com relação à equipe que venceu em Zaragoza, o holandês poderia manter a mesma formação na defesa - com Puyol, Milito, Márquez e Abidal - e realizar mudanças no meio e ataque. No meio, Yaya Touré é o único que tem vaga garantida. Deco, Iniesta e Xavi disputam as outras duas vagas. Já na frente Messi e Eto'o parecem garantidos. O francês Henry parece ter mais chances de completar o trio de ataque, pois Ronaldinho Gaúcho não está recebendo muitas oportunidades nos últimos jogos. O Celtic deve entrar em campo com a formação 4-4-2. Nesta equipe de destaca a qualidade do meia Scott Brown, a contratação mais cara da história do futebol escocês, e a dedicação de Andres Hinkel.CelticBoruc; Caldwell, Naylor, McManus e O\'Dea; Donato, Barry Robson, McGeady e Nakamura; Jan Vennegoor of Hesselink e McDonaldTécnico: Gordon StrachanBarcelonaValdés; Puyol, Milito, Márquez e Abidal; Yaya Touré, Deco, Iniesta (Xavi); Messi, Henry (Ronaldinho Gaúcho) e Eto\'oTécnico: Frank RijkaardÁrbitro: Peter Frojdfeldt (SUE)Estádio: Celtic ParkHorário: 16h45TV: ESPN Brasil Entretanto, para sorte do Barça nenhum dos dois poderá jogar. O primeiro está suspenso por acumulação de cartões, enquanto Hinkel não pode ser escalado por ter disputado esta competição nesta temporada pelo Sevilla. Desta forma, o técnico Gordon Strachan optará por uma linha de quatro meias com Aiden McGeady tendo a responsabilidade de articular as jogadas de ataque e com o japonês Nakamura sempre aparecendo como uma arma surpresa com seus ótimos chutes de longa distância. Já na defesa ele deve optar pelo goleiro Boruc, os laterais Caldwell e O'Dea e os zagueiros Taylor e McManus. No ataque as esperanças ficarão na dupla formada pelo artilheiro holandês Jan Vennegoor of Hesselink e pelo australiano Scott McDonald.

Tudo o que sabemos sobre:
Liga dos Campeões

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.