Felipe Oliveira/Divulgação
Felipe Oliveira/Divulgação

Contra a degola, Vitória busca quinta vitória seguida em casa

Baianos querem aproveitar o bom momento como mandante parabater o Goiás e dormir fora da zona de rebaixamento

Daniel Gondim e Tiago Décimo, Estadão Conteúdo

08 de outubro de 2014 | 07h45

Primeiro da zona de rebaixamento, o Vitória confia em deixar a temida parte da tabela do Brasileirão neste noite. A confiança vem pelo ótimo retrospecto recente dentro de casa. O time vem de quatro triunfos seguidos e espera confirmar a marca diante do Goiás, às 21 horas, no Barradão. Com um ponto atrás de Chapecoense e Palmeiras, a meta é ganhar e torcer por tropeço de um dos oponentes.

O técnico Ney Franco tem apenas um desfalque certo para a partida. O centroavante Dinei, que reclamou de dores na coxa direita, foi vetado pelo departamento médico do clube. O treinador não confirmou o substituto, mas o favorito para a vaga é o paraguaio Guillermo Beltrán. Por outro lado, o lateral-esquerdo Juan, que cumpriu suspensão contra o Botafogo, volta à equipe.

Sem conseguir decolar no Brasileirão, o Goiás tem mais uma tentativa para acabar com a irregularidade e ainda emplacar uma sequência para sair do meio da tabela de classificação. Com 33 pontos, o esmeraldino ocupa a 10.ª colocação.

Depois de vencer o Figueirense em casa no fim de semana, o Goiás afastou-se um pouco mais da zona da rebaixamento, mas ainda está longe de objetivos maiores. Nas 26 rodadas anteriores, o time ainda não frequentou o grupo dos que caem para a Série B, mas, por outro lado, só passou duas rodadas na área de classificação para a Libertadores.

Mesmo sem o técnico Ricardo Drubscky confirmar os titulares, tudo indica que haverá duas mudanças. A primeira é a volta do meia Esquerdinha, que cumpriu suspensão contra o Figueirense. A segunda é a improvisação do volante Thiago Mendes na lateral direita, já que o zagueiro Moisés, que atuava no setor, sentiu uma contusão no tornozelo e foi vetado.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoGoiásvitória

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.