Contra a França, Figo encara seu jogo mais importante

Os músculos das pernas doem e o fazem treinar separado dos demais companheiros, mas o peso dos 33 anos não tira de Luis Figo o entusiasmo e a motivação para o jogo mais importante de sua carreira. ?É o que sempre esperei. Estarei pronto para fazer um grande jogo juntamente com meus companheiros?, disse o capitão português ainda na saída do campo de Gelsenkirchen após a classificação diante da Inglaterra.Figo praticamente não se exercitou desde o confronto com os ingleses no sábado. Foi resguardado por Luiz Felipe Scolari. Fez apenas banhos e massagens para se recuperar fisicamente. ?Acho que ele (Figo) é a revelação do campeonato?, brincou o lateral Miguel. ?Por tudo que ele vem jogando e correndo neste Mundial.?O jogador da Inter de Milão teve trabalho dobrado em parte do jogo com a Holanda e diante da Inglaterra por não ter a presença de Deco ao seu lado - o meia do Barcelona foi expulso no segundo tempo diante dos holandeses. ?Ganhamos na marcação, mas é evidente que o setor ofensivo perde sem o Deco?, disse o camisa 7 português.Até o final da Copa, Figo vai ter vestido a camiseta portuguesa por 127 vezes. E sonha em levantar a taça no estádio de Berlim, domingo. ?Vamos dar um passo de cada vez?, disse por várias vezes nesta Copa. Campeão mundial sub-20, jogador de sucesso na Espanha ao defender as cores de Real Madrid e Barcelona, além de vice-campeão europeu há dois anos, Figo leva Portugal entre os quatro primeiros do mundo e se coloca, pelo menos para as gerações mais novas, como o mais importante jogador do futebol português.?Não penso nestas coisas. O mais importante é elevar o nome de Portugal?, disse o melhor jogador do mundo para a Fifa em 2001, que se recupera da pífia participação na Copa do ano seguinte - quando a seleção portuguesa caiu na primeira fase, eliminada por Estados Unidos e pela co-anfitriã Coréia do Sul.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.