Ivan Storti / Santos FC
Ivan Storti / Santos FC

Contra Atlético-GO, Santos quer espantar 'zebra' e buscar líderes do Brasileirão

Time alvinegro nunca perdeu para o adversário na Vila Belmiro e sustenta invencibilidade de 12 jogos

Redação, O Estado de S. Paulo

14 de outubro de 2020 | 05h00

O Santos nunca perdeu do Atlético-GO na Vila Belmiro e tenta aumentar a invencibilidade, às 20h30 desta quarta-feira, para seguir à caça aos líderes da tabela. São seis pontos atrás do Atlético-MG e do Flamengo, primeiro e segundo colocados na classificação do Brasileirão, e a meta é tentar a todo custo diminuir a diferença.

Ainda sem o atacante Robinho, contratado esta semana sob enorme polêmica, o técnico Cuca mais uma vez conta com a boa fase do artilheiro Marinho para seguir galgando posições na tabela. O Santos figura na sexta colocação e subirá caso vença. Isso pelo fato de o São Paulo não jogar no meio de semana.

Marinho vem "carregando" o Santos nas costas. Sem jogadores de peso, casos de Soteldo e Carlos Sánchez, é o camisa 11 quem vem fazendo a diferença. São 10 gols no Brasileirão do jogador mais caçado pelos marcadores. Marinho arma, cobra falta, escanteios, pênaltis. Ele se tornou o "faz tudo" de Cuca.

Mesmo no "sacrifício", como ele frisou. Ciente da necessidade do Santos, Marinho faz duas sessões de fisioterapia por dia para superar as dores musculares e estar em campo. Diante do Grêmio, por exemplo, nem treinou com os companheiros ao longo da semana. Mas jogou e marcou duas vezes.

Ele ficou de fora apenas contra o Corinthians e o time não venceu. No banco diante do São Paulo, teve de entrar para salvar o Santos da derrota. Ele empatou, em cobrança de falta.

O Santos desperdiçou pontos importantes em empates nos quais foi melhor e não admite outro resultado esta noite na Vila Belmiro senão uma vitória. Na história, já recebeu o Atlético-GO seis vezes e ganhou a metade. A última, um 3 a 0 pela Copa do Brasil de 2019.

Cuca vai mandar a equipe mais uma vez ao ataque, com quarteto ofensivo. Além de Marinho, o Santos vai pressionar com Arthur Gomes, Jean Mota e Kaio Jorge. Quer aproveitar o fato de o rival estar sem técnico e sem o volante Edson, seu líder em campo. Vagner Mancini trocou os goianos pelo Corinthians.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS X ATLÉTICO-GO

SANTOS - João Paulo; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison (Lucas Lourenço), Diego Pituca e Jean Mota; Marinho, Arthur Gomes e Kaio Jorge. Técnico: Cuca.

ATLÉTICO-GO - Jean; Dudu, Eder, Gilvan e Nicolas; Oliveira (Willian Maranhão), Marlon Freitas e Chico (Matheus Vargas); Janderson, Gustavo Ferrareis (Matheuzinho) e Zé Roberto. Técnico: Eduardo Souza.

JUIZ: Igor Junio Benevenuto (MG)

HORÁRIO: 20h30

LOCAL: Vila Belmiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.