Contra Manchester, Schalke diz ter 'menos a perder'

O Schalke 04 inicia, nesta terça-feira, aquele que é provavelmente o confronto mais importante de sua história. A equipe recebe o Manchester United, pela primeira partida das semifinais da Liga dos Campeões da Europa. Menos acostumado a esse tipo de decisão, o time alemão tem "menos a perder" do que seu adversário, de acordo com o técnico Ralf Rangnick.

AE-AP, Agência Estado

25 de abril de 2011 | 12h48

"Das duas equipes, nós temos menos a perder. Podemos ter menos experiência, mas estamos famintos por títulos e temos muita paixão", afirmou o treinador nesta terça-feira, após treinamento em Gelsenkirchen, local da partida.

Nas quartas de final, a equipe alemã já conseguiu surpreender ao eliminar a atual campeã da competição, Inter de Milão, chegando a golear fora de casa, por 5 a 2. Mesmo confiante na classificação, Rangnick afirmou, no entanto, não acreditar em uma nova goleada.

"Não marcaremos tantos gols desta vez. O Manchester United é uma equipe muito organizada. Eu espero um jogo parelho e um resultado que possa dar a nós a chance de brigar pela vaga na segunda partida", analisou.

Se o clube nunca chegou à semifinal da Liga dos Campeões, muitos jogadores também vivem suas primeiras experiências desta grandeza. É o caso do meia Alexander Baumjohann, formado no próprio Schalke, que afirmou que "é um sonho para todo jogador enfrentar o Manchester United na semifinal da Liga dos Campeões".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.