Vítor Silva / SS Press / Botafogo
Vítor Silva / SS Press / Botafogo

Contra o Corinthians, Botafogo estreia novo técnico e mira embalo no Brasileirão

Marcos Paquetá deve manter padrão tático utilizado por Alberto Valentim

Estadão Conteúdo

18 de julho de 2018 | 07h46

Sob novo comando técnico, o Botafogo espera crescer no segundo semestre. O primeiro passo para isso é vencer o Corinthians nesta quarta-feira, às 21h45, na Arena Corinthians, em São Paulo, no primeiro compromisso da equipe carioca no retorno do Campeonato Brasileiro após a Copa do Mundo da Rússia.

+ Campeonato Brasileiro volta na 'ressaca' da Copa do Mundo

+ Lindoso evita apontar parceiro ideal no meio-campo do Botafogo

No momento, antes da 13.ª rodada da competição nacional, o Botafogo é nono colocado, com 17 pontos. O time alvinegro oscilou bons e maus momentos no primeiro semestre sob o comando de Alberto Valentim, que deixou o clube rumo ao futebol do Egito. Marcos Paquetá chegou e vive ansiedade do seu primeiro jogo pelo time após três semanas de treinamentos.

O Botafogo é um dos times que mais costuma mudar a escalação, seja por lesão, suspensão ou opção técnica. Apenas três jogadores participaram das 12 partidas disputadas até aqui no Brasileirão: o zagueiro Igor Rabello, o volante Rodrigo Lindoso e o atacante Kieza. Somente os dois primeiros como titulares em todas.

Marcos Paquetá não confirmou a escalação. Ele fechou os últimos treinamentos para a imprensa, mas indicou que mudará poucas peças a fim de preservar a estrutura deixada por Alberto Valentim. "Vamos tentar manter o padrão. Com uma parada, cada jogador volta de uma maneira. Os jogadores que vão começar o jogo estão mais equilibrados. A gente vai estar sempre observando durante a semana. Não temos muito tempo e precisamos trabalhar para cada jogo", afirmou.

O lateral-esquerdo Moisés e o volante Jean, este que não era titular, não podem jogar pois pertencem ao Corinthians. Gilson entra na lateral e no meio de campo é provável que Marcos Paquetá desmonte o trio de volantes, o qual Alberto Valentim costumava escalar, e deixe Rodrigo Lindoso e Marcelo no setor, o que faria Matheus Fernandes perder a vaga.

Leo Valencia e Luiz Ricardo são os mais cotados para jogar no meio de campo. Na frente, Rodrigo Pimpão, recuperado de entorse no tornozelo, deve formar dupla com Kieza.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.