Grêmio/ Divulgação
Grêmio/ Divulgação

Contra o Corinthians, Grêmio inicia tentativa de nova arrancada no Brasileirão

Equipe encara o time alvinegro antes de enfrentar o Flamengo pelas semifinais da Libertadores

Redação, Estadao Conteudo

05 de outubro de 2019 | 14h05

Antes de enfrentar o Flamengo no duelo de volta da semifinal da Copa Libertadores, marcado para o dia 23, o Grêmio tem como objetivo iniciar uma arrancada no Campeonato Brasileiro para garantir o maior números de pontos possível e entrar no G6 antes de se concentrar na competição intercontinental.

O primeiro dos cinco jogos dentro deste plano é contra o Corinthians, neste sábado, às 19 horas, em Porto Alegre, pela 23ª rodada do torneio nacional. O time gaúcho aparece na oitava posição, com 34 pontos, três a menos do que o Bahia, o sexto colocado.

Antes de usar reservas e ser derrotado por 2 a 1 pelo Fluminense na última rodada, o Grêmio vinha em uma sequência positiva. Tinha vencido quatro jogos consecutivos e estava há sete partidas sem perder. Agora, o técnico Renato Gaúcho voltará a utilizar os titulares e quer que seus comandados escalem a tabela.

Além do Corinthians, o Grêmio enfrentará Ceará, Atlético-MG, Bahia e Fortaleza antes da decisão contra o Flamengo. Firmando-se na briga pelo G6, a ideia, posteriormente, é brigar para entrar no grupo dos quatro melhores times que garantem vaga na fase de grupos da Libertadores.

"A gente tem nosso objetivo no meio disso tudo, que é o Brasileiro. Temos que pensar nesses jogos. Temos que virar a chavinha, tem jogo importante no sábado e temos objetivo no Brasileiro. A gente pega a lição que não podemos deixar de criar", avaliou o zagueiro David Braz, que deve ser novamente titular, já que Geromel ainda se recupera de lesão.

Geromel e Maicon participaram das últimas atividades com o elenco, mas ainda não estão 100% fisicamente. O volante está mais perto de sua forma plena, visto que atuou por dez minutos contra o Flamengo. Já Kannemann ficou de fora do último treinamento e virou dúvida. Se ele não puder atuar, a tendência é de que Paulo Miranda seja escalado.

Dessa maneira, sem a volta dos lesionados - o lateral-direito Leonardo Gomes e o meia Jean Pyerre também estão se recuperando de lesão - e se Kannemann for liberado para jogar, o time deve ser o mesmo que empatou em 1 a 1 com o Flamengo na última quarta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.