Ivan Storti/ Santos FC
Ivan Storti/ Santos FC

Contra o Defensa Y Justicia, Santos busca a liderança geral da Libertadores

Time do técnico Cuca recebe o Defensa Y Justicia na Vila e se vencer, pode terminar como o melhor da 1ª fase

Redação, Estadão Conteúdo

20 de outubro de 2020 | 05h00

O Santos sabe que uma vitória sobre o Defensia Y Justicia, hoje, às 19h15, na Vila Belmiro, o colocará na liderança geral da Copa Libertadores e vai para cima dos argentinos. Um triunfo leva a equipe aos 16 pontos no Grupo G e a deixa ao menos com a segunda melhor campanha garantida. Poderia ser alcançada somente pelo Palmeiras.

O técnico Cuca usa a conquista da América com o Atlético-MG, em 2013, como exemplo para não dar descanso aos titulares. O treinador sabe da vantagem que é decidir os mata-matas em casa, mesmo sem a presença de torcedores por causa da pandemia da covid-19.

Além disso, o comandante santista vai respeitar todas as outras agremiações do grupo, pois as três lutam pela segunda vaga da chave.

Nada de facilitar a vida de um ou de outro. O Santos está garantido, enquanto Defensa, com 6, Olímpia, com 5, e Delfín, 4, podem fechar a chave na segunda colocação.

“É força total, jogo decisivo para o Defensa y Justicia, Delfin e Olimpia. E para nós também. Podemos encaminhar para primeiro ou segundo melhor da competição e mandar os jogos decisivos em casa”, disse Cuca.

“Não podemos abrir mão disso. Em 2013, no Atlético (MG), decidimos sempre em casa e fomos os melhores. Vamos tentar de novo, mas será um jogo duro na terça-feira”, salientou.

Arthur Gomes deve herdar a vaga de Soteldo, que vai jogar no futebol árabe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.