Paulo Pinto/AE - 20/1/2010
Paulo Pinto/AE - 20/1/2010

Contra o Paulista, São Paulo faz a estreia em nova casa

Partida acontece às 17 horas, na Arena Barueri, onde o time mandará quatro dos próximos seis compromissos

Marcius Azevedo, Agencia Estado

28 de janeiro de 2010 | 08h02

O São Paulo joga em casa, nesta quinta-feira, às 17 horas, contra o Paulista, pela quarta rodada do Estadual. Não no Morumbi, como de costume, mas sim na Arena Barueri, na Grande São Paulo - onde o time fará quatro de seus próximos seis jogos como mandante -, já que o estádio são-paulino foi alugado para receber quatro megashows.

O clube vai lucrar R$ 5 milhões com duas apresentações do Metallica (30 e 31 de janeiro), uma da cantora Beyoncé (6 de fevereiro) e outra da banda Coldplay (3 de março). O São Paulo, além do Paulista, enfrenta São Caetano (3 de fevereiro), Santos (7 de fevereiro) e Monte Azul (28 de fevereiro) em Barueri.

Neste período, o clube tricolor jogará no Morumbi contra o Monterrey, na estreia na Copa Libertadores, no dia 10 de fevereiro, e Barueri, oito dias depois. "A gente está acostumado com o Morumbi, que é maior. Mas lá o gramado também é muito bom. O estádio é um pouco menor e pode encher mais e virar um caldeirão", afirmou o atacante Washington.

O retrospecto na Arena é positivo. O São Paulo jogou duas vezes lá contra o Barueri, ambas no ano passado, com 100% de aproveitamento. Fez 3 a 1 pelo Paulistão e 2 a 1 pelo Brasileirão.

"O São Paulo é um clube grande. Onde jogar sempre tem de pensar na vitória. Claro que é melhor jogar na nossa casa, perto da torcida, mas, independentemente do local, temos de jogar para vencer sempre", afirmou Marcelinho Paraíba, que ainda não sabe em que posição vai atuar nesta quinta.

A dúvida é se Dagoberto volta ao time. Se ele jogar, Marcelinho atuará como meia. Caso contrário, Jorge Wagner deve ganhar uma chance, com Paraíba jogando no ataque com Washington. Jean será deslocado para jogar na lateral direita na vaga do suspenso Adrián González.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.