Ricardo Saibun/Santos FC
Ricardo Saibun/Santos FC

Contra o Red Bull Brasil, Santos muda para voltar a vencer

Equipe estreia Vanderlei no gol e Werley na zaga, ao lado de David Braz, e troca o atacante Thiago Ribeiro por Ricardo Oliveira

Sanches Filho, Estadão Conteúdo

08 de fevereiro de 2015 | 08h33

O Santos estreia Vanderlei no gol e Werley na zaga, ao lado de David Braz, e troca o atacante Thiago Ribeiro por Ricardo Oliveira para voltar a vencer, neste domingo, 8, às 19h30, no estádio Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto, contra o Red Bull Brasil, pela terceira rodada do Campeonato Paulista. Com Ricardo, o ataque passa a ter um centroavante de referência e Robinho voltará a atuar como rende melhor, pelos lados do campo, mais à esquerda, com Geuvânio na outra extrema.

O jogo contra o Red Bull Brasil estava marcado para a Vila Belmiro, mas o mando foi vendido, por valor não informado, a uma empresa promotora de eventos. O técnico Enderson Moreira disse que preferia que o jogo fosse no estádio santista. "A direção precisa abrir mão de (o time) jogar na Vila por questões financeiras. Para a gente é muito melhor jogar no nosso estádio. Mesmo que tenhamos prejuízo na questão técnica com a mudança, precisamos ser parceiros (da direção) e entender a situação".

Apesar do empate por 0 a 0 contra o Mogi Mirim, na última quarta-feira, o time continua na liderança do Grupo D, com quatro pontos, mas precisa jogar melhor para evitar novo tropeço e chegar com moral elevado ao clássico contra o São Paulo, nesta quarta-feira à noite, na Vila Belmiro.

Enderson Moreira reconheceu que o time ainda procura uma identidade. "Nossa equipe não está pronta e pode fazer um bom jogo e no seguinte não repetir a atuação". A respeito das modificações no time, o técnico disse que o próximo jogador que vai ter oportunidade para começar um jogo como titular é Elano.

"Titularidade é questão de momento. Não podemos cravar que o time que vai começar é o time que vai terminar o ano. É a primeira sequência, estamos em início de temporada. Já temos indícios de lesões musculares em outros clubes. Até a semana do carnaval, que será cheia, teremos cinco jogos", explicou Enderson Moreira, que decidiu manter Renato na equipe porque Valencia não está em condições de estrear.

Se na primeira rodada o Santos deixou boa impressão com a vitória por 3 a 0 diante do Ituano, na Vila Belmiro, a sua atuação foi muito fraca, principalmente no primeiro tempo, contra o Mogi Mirim. As desculpas dos jogadores foram que as condições ruins do gramado e as falhas no novo sistema de iluminação do estádio Romildo Ferreira impediram que o time jogasse com a bola no chão e com troca rápida de passes. Os jogadores temem que a situação se repita em São José do Rio Preto.

David Braz admite que, como os companheiros, sabe quase nada sobre o adversário deste domingo. "Só acompanhei o jogo que o Red Bull fez contra o Palmeiras (na pré-temporada). Parece ser um boa equipe, com vários jogadores experientes e, com certeza, vai ser um grande jogo. Estamos conscientes da necessidade de voltar a vencer e vamos jogar para somar os três pontos", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.