Bruno Haddad / Cruzeiro
Bruno Haddad / Cruzeiro

Contra Palmeiras, Cruzeiro pode reagir no Nacional e influenciar luta por título

Rafael Sóbis não joga e será substituído por Rafael Marques; Hudson também está fora e Robinho retorna

Estadão Conteúdo

30 Outubro 2017 | 08h06

Já classificado para a próxima edição da copa Libertadores, depois de ter conquistado a Copa do Brasil deste ano, o Cruzeiro viaja a São Paulo para enfrentar o Palmeiras, nesta segunda-feira, às 20 horas, no estádio Allianz Parque, pela 31.ª rodada do Campeonato Brasileiro, com o poder de influenciar a luta pelo título do torneio nacional.

+ Valentim fecha preparação do Palmeiras para enfrentar Cruzeiro com treino fechado

+ Mano relaciona Robinho e jovem Jonata no Cruzeiro para jogo contra o Palmeiras

Mas após duas derrotas seguidas nas duas últimas partidas no Nacional (para o Coritiba e o rival Atlético Mineiro), a vitória também se torna importante para que a equipe celeste possa se reabilitar na competição. Com 47 pontos, o time mineiro precisa de um triunfo para não deixar as primeiras colocações do campeonato.

Para vencer o clube alviverde - que precisa dos três pontos para continuar perseguindo o líder Corinthians -, o técnico Mano Menezes poderá contar com o meia Robinho, ex-jogador do Palmeiras, que está recuperado de uma lesão muscular na coxa esquerda.

Outra aposta do comandante cruzeirense é o atacante Jonata, um dos destaques do time sub-20, que recentemente conquistou o título nacional da categoria marcando um gol na final contra o Coritiba - após empate no tempo normal em 1 a 1, o Cruzeiro venceu os curitibanos nas cobranças de pênaltis.

Convocado por Mano Menezes para o jogo contra o Palmeiras, o jovem, de 20 anos, demonstrou entusiasmo por ter a chance de disputar um clássico do futebol brasileiro entre os profissionais pela primeira vez na carreira.

"Ser relacionado para o jogo é uma emoção que não dá para descrever, um sonho de qualquer moleque da base de jogar no profissional do Cruzeiro e vestir essa camisa vitoriosa. É muito gratificante, estou muito feliz com tudo o que vem acontecendo. Agora é dar continuidade ao trabalho para ter mais oportunidades", projetou Jonata em entrevista publicada no site do clube.

O Cruzeiro também poderá se beneficiar da chamada "lei do ex". Além de Robinho, outro jogador terá a chance de atuar contra o ex-clube. Trata-se de Rafael Marques, que ocupará a vaga de Rafael Sóbis, vetado pelo departamento médico devido por sentir dores nas articulações.

O volante Hudson, lesionado, também será desfalque no Cruzeiro. O substituto será o meio-campista Lucas Romero, que lamentou a infelicidade do companheiro de time, mas, ao mesmo tempo, festejou a oportunidade de atuar na sua posição de origem. "Esta é a posição que eu gosto de jogar, me sinto confortável, conheço bem a posição. Estou feliz de poder ter uma nova oportunidade como volante", destacou o argentino.

Mais conteúdo sobre:
futebol Cruzeiro Esporte Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.