Divulgação
Divulgação

Contra queda, Flamengo faz duelo direto contra Criciúma

Na 16.ª posição, equipe precisa dos pontos para não se aproximar da temida Zona de Rebaixamento

AE, Agência Estado

29 de setembro de 2013 | 07h48

RIO - Os melhores resultados do Flamengo no Campeonato Brasileiro têm sido obtidos no estádio do Maracanã e estão diretamente relacionados ao apoio que recebe de sua torcida - o 12.º jogador, segundo os próprios atletas rubro-negros. Com essa expectativa, de que a força para vencer o Criciúma venha mais da arquibancada do que do time em si, o Flamengo enfrenta neste domingo, às 16 horas, no Rio de Janeiro, pela 24.ª rodada, um adversário direto na luta contra o descenso no Campeonato Brasileiro.

O Flamengo soma 27 pontos e ocupa a 16.ª posição. O Criciúma está em 17.º e tem apenas dois pontos a menos que o time carioca. Um revés rubro-negro não é admitido por ninguém da comissão técnica da equipe e por nenhum dirigente. "Não levamos em conta essa possibilidade. A vitória é o único pensamento", disse o técnico Jayme de Almeida, efetivado pela diretoria, mas ainda sob a desconfiança de alguns conselheiros.

O Criciúma jogou no meio da semana e empatou com o Atlético Mineiro em casa por 1 a 1. No total, tem uma partida a mais que o Flamengo, que atuou na última quarta-feira pela Copa do Brasil - empate com o Botafogo (1 a 1).

Para Jayme de Almeida, o time tem que saber explorar as jogadas em velocidade para surpreender o Criciúma e abrir boa vantagem ainda no primeiro tempo. O técnico decidiu escalar Samir na zaga, um jogador de sua confiança. No turno, quando o Flamengo venceu o Criciúma por 3 a 0, fora de casa, Jayme estava como interino e também contou com Samir na equipe.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.