Contraprova acusa doping de Guardiola

A contraprova realizada pelo laboratório do Comitê Olímpico Nacional Italiano (Coni) confirmou a presença da substância nandrolona no teste do jogador espanhol Josep Guardiola, do Brescia, da Itália, realizado logo após a partida contra o Piacenza, no dia 21 de outubro.O representante do jogador, José María Orobitig, disse, após o comunicado, que Guardiola está arrasado e não se conforma com o resultado. Suspenso provisoriamente, como é praxe nos casos de suspeita de doping, o espanhol deve aguardar agora a pena que será aplicada pelo comitê disciplinar da Federação Italiana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.