Contratações empacadas no Corinthians

A diretoria do Corinthians prometeu apresentar até esta sexta-feira cinco reforços de peso da lista do técnico Antônio Lopes: um zagueiro, um lateral, dois meias e um atacante. Não anunciou nenhum nome, não conseguiu renovar o contrato do goleiro Fábio Costa e ainda dispensou o meia Hugo e o atacante Rafael Silva. A briga política nos bastidores entre MSI e Corinthians pode estar atrapalhando.Até o discurso otimista dos dirigentes mudou. No início da semana falavam em montar grande time para o Campeonato Paulista e, principalmente, para a Taça Libertadores de 2006. E todos estariam contratados para o início da pré-temporada, à partir do dia 3 de janeiro, em Monte Sião, sul de Minas Gerais. Agora, já admitem voltar das férias sem os ?jogadores top? pedidos por Lopes.O vice-presidente de Futebol, Andrés Sanchez é o mais cabisbaixo. ?Estamos na estaca zero no quesito negociações?, afirma, descontente.Suas palavras são endossadas por Paulo Angioni, diretor da MSI que está tratando com o procurador Gustavo Amorim a renovação do goleiro Fábio costa. Nesta sexta, a reunião que seria decisiva para o sim ou não do camisa 1, terminou sem avanços. ?Outro encontro está agendado para segunda-feira?, lamentou. O goleiro segue firme na postura de pedir quase 100% de aumento salarial. Usa, inclusive, sondagens de Portugal e do Santos para pressionar os dirigentes corintianos. Por outro lado, o clube também mostra-se irreversível em sua proposta. E sem nenhuma pressa.E sobre os outros reforços? ?Estão bem difíceis. As negociações estão muito no início?, pondera Angioni, que após a conquista do Brasileiro afirmou trabalhar na busca por reforços ? os jogadores estão de férias desde o dia 5. ?Acredito que no retorno das férias possamos ter alguma novidade?, afirma, sem convicção. De jogador experiente? ?Talvez.?A lista de possíveis reforços é extensa. Mas vários dos citados garantem não ter sido procurado pelo Corinthians. O meia Rodrigo Tabata, do Goiás, disse ser uma honra defender o Corinthians. Está aguardando contado há dias. O zagueiro Rodrigo, ex-São Paulo, também desmente negociação. ?Só posso dizer que sou jogador do Dínamo de Kiev. Ninguém do Corinthians me procurou até agora.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.