Miguel Schincariol / São Paulo FC
Miguel Schincariol / São Paulo FC

Contratado de graça, Luciano ajuda São Paulo a garantir mais de R$ 10 milhões com vitória

Atacante foi negociado em agosto em troca envolvendo ida de Everton para o Grêmio; ele tem três gols na Copa do Brasil

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

19 de novembro de 2020 | 05h00

Contratado de graça pelo São Paulo em agosto, em troca envolvendo a ida de Everton para o Grêmio, o atacante Luciano ajudou o clube a lucrar R$ 10,3 milhões em premiação na Copa do Brasil. O jogador marcou um gol nas oitavas de final contra o Fortaleza e dois nas quartas diante do Flamengo. Por ter avançado nas oitavas, o São Paulo recebeu premiação de R$ 3,3 milhões. Já na classificação para a semifinal, o clube embolsou R$ 7 milhões oferecidos pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). São Paulo e Grêmio farão um dos confrontos da fase.

Luciano vinha em baixa no Grêmio e foi um pedido do técnico Fernando Diniz, que havia trabalhado com o atacante no Fluminense no ano passado. Após a vitória por 3 a 0 sobre o Flamengo, o treinador fez diversos elogios ao jogador.

"Nem considero o Luciano uma contratação, foi uma troca. O Everton foi e o Luciano veio. Contratação é quando gasta dinheiro e coloca mais um no elenco. O Luciano tem potencial grande, na minha opinião era subvalorizado pelo que via no Fluminense. Tive conversas sobre o potencial dele e o pouco espaço que tinha no futebol brasileiro. No Fluminense, conseguiu corresponder. Agora, no São Paulo, de uma maneira intensa, está ganhando o espaço que merece pelo profisisonal que é, pelo carisma que tem e pela maneira que se dedica e trabalha", disse Diniz. "Sempre está trabalhando, não lembro do Luciano no departamento médico nem na época do Fluminense. Ficou um ou dois dias aqui no São Paulo por conta de uma porrada que ele tomou no jogo contra o Palmeiras."

Luciano tem sido um dos destaques nesta boa fase do São Paulo, que está na semifinal da Copa do Brasil e na briga pela liderança do Campeonato Brasileiro. O atacante soma 16 gols e cinco assistências em 21 partidas disputadas. Na Copa do Brasil, o São Paulo terá pela frente o Grêmio na semifinal. Se avançar para a decisão, o clube embolsará mais uma boa quantia em dinheiro. O campeão recebe R$ 54 milhões de premiação, enquanto o vice fica com R$ 22 milhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.