Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Contratado pelo Cruzeiro, Dedé se emociona e promete não esquecer Vasco

Em despedida do clube carioca, jogador agradece torcida e lamenta crise financeira

Agência Estado

18 de abril de 2013 | 12h05

RIO - Um dia após ter a sua contratação oficializada pelo Cruzeiro, o zagueiro Dedé concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira para se despedir do Vasco, antes de seguir para Belo Horizonte, e se emocionou. O jogador garantiu que nunca vai esquecer o carinho que recebeu de todos os torcedores e explicou que deixa o time para ajudar a resolver os problemas financeiros.

"Todo mundo sabe do meu carinho pelo Vasco, tenho paixão, amor e carinho pelo clube. A situação estava complicada no clube no lado financeiro, o coração ficou apertado, mas achei que seria muito viável a saída para que os funcionários possam receber em dia", afirmou o agora zagueiro do Cruzeiro.

Dedé chegou ao Vasco em 2009, contratado junto ao Volta Redonda, e logo se destacou no clube. Em quatro anos, ele foi campeão da Série B, em 2009, e da Copa do Brasil, em 2011, e se consagrou como ídolo dos torcedores, além de ter sido convocado para a seleção. Assim, nesta quinta, ele dividiu o êxito da sua carreira com o time de São Januário e seus torcedores.

"O que o Vasco fez por mim, a torcida, as organizadas, todos tinham um carinho especial por mim. Foi diferente, um tratamento especial. Queria agradecer. Cheguei longe e joguei em alto nível por causa da força deles. Agradeço e prometo que nunca vou esquecê-los", afirmou.

O zagueiro admitiu que não está sendo fácil deixar o clube. "Despedida é ruim de fazer. O Cruzeiro ofereceu o mesmo carinho que o Vasco teve por mim. Foi importante o que aconteceu. Tenho que agradecer o apoio, nos momentos bons e difíceis", comentou.

Dedé garantiu que não se arrependeu por ter recusado propostas de clubes estrangeiros no passado. "Eu nunca pensei em sair do Vasco, independentemente da situação financeira. Não me arrependo de ter negado clubes grandes da Europa", disse.

Agora no Cruzeiro, Dedé fez elogios ao novo clube e espera repetir o mesmo sucesso que teve no Vasco. "O Cruzeiro tem história, um elenco grande, muito bom. O que a torcida deles está fazendo por mim, balança qualquer jogador. O coração fica apertado porque o Vasco é a minha família, mas estou feliz de ir para um clube forte".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoCruzeiroDedé

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.