Contrato do estádio em Itaquera será assinado na próxima semana

SÃO PAULO - O diretor superintendente da Odebrecht em São Paulo, Carlos Armando Paschoal, informou nesta quarta-feira que o contrato para a construção do futuro estádio do Corinthians, em Itaquera, será assinado na semana que vem. Segundo ele, ainda faltam "detalhes" de ordem jurídica e formal para a homologação do negócio.

Gustavo Uribe, Agência Estado

20 de julho de 2011 | 11h54

"Os aspectos técnicos, econômicos e financeiros, contudo, já estão resolvidos", disse Paschoal, antes de cerimônia para a sanção de lei que autoriza a concessão de incentivos fiscais da Prefeitura para a obra, na zona leste da capital paulista.

O Corinthians anunciou na última terça-feira, por meio do seu site oficial, que chegou a um consenso com a construtora sobre o valor da arena: R$ 820 milhões. Para bancar o custo do Itaquerão, segundo o clube, serão utilizadas linhas de financiamento disponíveis para a Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil.

O diretor da Odebrecht reconheceu que este valor pode sofrer alteração, mas a mudança seria uma hipótese "remotíssima". "O valor combinado com o Corinthians é fixo", ressaltou. Paschoal afirmou que os dutos da Petrobras ainda existentes no terreno devem ser retirados no próximo mês por uma empresa contratada pela Transpetro.

De acordo com Paschoal, o andamento da obra está dentro do cronograma oficial e o estádio ficará pronto até seis meses antes da abertura do Mundial de 2014. "Vamos fazer em 31 meses, mais ou menos", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.