Contrato do goleiro Bruno com o Flamengo chega ao fim

Contratualmente chega ao fim nesta segunda-feira a passagem do goleiro Bruno pelo Flamengo. O jogador, que está preso no presídio Nelson Hungria, em Contagem (MG), região metropolitana de Belo Horizonte, tem contrato válido apenas até este último dia do ano de 2012.

AE, Agência Estado

31 Dezembro 2012 | 18h05

De acordo com o BID, o Boletim Informativo Diário da CBF, o contrato de Bruno Fernandes das Dores de Souza foi assinado em 2 de janeiro de 2008 e segue válido apenas até esta segunda-feira.

Quando foi preso acusado da morte da sua ex-namorada Eliza Samudio, Bruno deixou de receber seus salários do Flamengo. O jogador, que completou 28 anos no último dia 23, não atua desde junho de 2010, e teve seu contrato suspenso quando foi preso, em julho daquele ano.

O jogador ainda não foi julgado da acusação de ser o mandante do sequestro e do assassinato de Eliza Samudio. No julgamento que condenou seu amigo Luiz Henrique Romão, o Macarrão, a 15 anos de detenção, Bruno usou o recurso jurídico de destituir seu advogado e, assim, conseguiu adiar seu julgamento para março de 2013.

Mais conteúdo sobre:
futebolFlamengoBruno

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.