Contusão do atacante Lionel Messi preocupa Barcelona

Jogador argentino sofre contusão muscular pela quarta vez nas últimas três temporadas; ele fica 6 semanas fora

Simon Baskett, Reuters

05 de março de 2008 | 09h58

Um sentimento de tristeza tomou conta do Barcelona, apesar da classificação para as quartas-de-final para a Liga dos Campeões, devido à contusão do atacante argentino Lionel Messi, que ficará fora dos gramados por seis semanas. O jogador de 20 anos deixou o campo chorando no final do primeiro tempo da partida em que seu time venceu o Celtic por 1 a 0, na terça-feira, com uma lesão muscular na perna esquerda. Essa é a quarta vez que Messi sofre este tipo de contusão nas últimas três temporadas. Como Messi depende muito de suas arrancadas, a nova lesão despertou preocupação no clube. Ele já passou quase cinco semanas longe dos gramados nesta temporada com um problema parecido na mesma perna. "Isso é muito triste para o jogador", disse o técnico do Barcelona, Frank Rijkaard. "A lesão é uma grande perda para todos nós, e eu só espero que não seja tão ruim como parece." Rijkaard recebeu duras críticas da imprensa local por ter deixado Messe no banco de reservas na derrota de sábado por 4 a 2 para o Atlético de Madri, no Campeonato Espanhol, e o capitão do Barcelona, Carles Puyol, disse que o jogador estava sendo poupado em parte por causa da contusão. "A lesão de Messi é uma lição para todos", disse ele a repórteres. "Vocês cobraram que ele jogasse contra o Celtic e agora olhem o que aconteceu. O que vocês tem que fazer é mostrar mais respeito pela comissão médica e o treinador." O volante Xavi, que marcou o gol da vitória no Camp Nou que garantiu o placar agregado de 4 a 2 contra os escoceses, disse que a perda de Messi era um duro golpe para a equipe tanto na liga espanhola como na competição européia. "Pagamos um preço muito alto por esta vitória", disse ele. "Leo estava em fantástica forma. É uma grande pena."   Atualizado às 10h53 para acréscimo de informação

Tudo o que sabemos sobre:
FC BarcelonaLionel Messi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.