Contusões atrapalham Botafogo para jogo com Goiás

Marcelo Cordeiro, Marcelo Mattos, Herrera, Somália e Jobson desfalcam equipe na partida desta quarta

AE, Agência Estado

13 de setembro de 2010 | 14h04

Empolgado com a boa fase no Campeonato Brasileiro, o Botafogo segue precisando superar os desfalques por lesões. Nesta segunda-feira, Luiz Fernando Medeiros, médico do clube carioca, revelou que o time não poderá contar com cinco jogadores por causa de contusões na partida contra o Goiás, na quarta-feira, no Estádio Serra Dourada.

Marcelo Cordeiro e Marcelo Mattos, que se machucaram na vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo, e Herrera, vetado pouco antes do confronto de domingo, estão descartados pelo departamento médico botafoguense. Além disso, Somália e Jobson seguem em recuperação de lesões e também não vão atuar na quarta-feira.

Medeiros explicou que Marcelo Cordeiro ficará duas semanas afastado do Botafogo. "Ele sentiu a parte posterior da coxa direita e pediu para ser substituído, em uma decisão inteligente. Vamos reavaliar, mas deve demorar, pelo menos, 15 dias", disse.

Já o problema de Marcelo Mattos é mais grave e o volante deve ficar por pelo menos um mês em recuperação. "A lesão foi no ligamento colateral medial do joelho esquerdo, não parece necessário haver cirurgia. É grave. Vai ficar mais de 30 dias afastado, é a previsão que fazemos inicialmente", afirmou.

O caso de Herrera não é grave e o argentino pode até retornar ao Botafogo no fim de semana, na partida contra o Cruzeiro. "Sentiu o adutor da coxa direita no jogo contra o Santos. Ao fim do jogo, se queixou de dor, fizemos um exame de imagem. Tem um edema, não é grave, mas temos de preservar o atleta. Se colocássemos em campo, estaríamos botando o jogador em risco", comentou.

O volante Somália também tem chances de retornar ao Botafogo contra o Cruzeiro. "Teve uma lesão no músculo posterior da coxa direita, grau 1. Está sendo tratado, tem evoluído muito bem e tem previsão de retorno mais breve do que o Jobson", explicou.

Enquanto isso, o atacante Jobson ficará ao menos mais uma semana fora dos planos do técnico Joel Santana. "Ele se machucou contra o Internacional, completou 15 dias neste sábado. Foi no músculo posterior da coxa esquerda, grau 2, lesão grave, precisa de 3 a 4 semanas para tratar. Tem se dedicado de manhã, de tarde e de noite, respondendo e evoluindo bem. Mas ainda é cedo voltar a jogar. Viajar é impossível e está praticamente vetado para sábado", justificou Medeiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.