Michael Probst / AP Photo
Michael Probst / AP Photo

Convidado por Putin, Blatter deve assistir a Portugal x Marrocos na Copa

Por meio de seu assessor, ex-presidente da Fifa diz que "possivelmente" verá o confronto no próximo dia 20

Estadão Conteúdo

15 Junho 2018 | 07h26

Afastado da Fifa desde 2015, o suíço Joseph Blatter recebeu convite do presidente da Rússia, Vladimir Putin, para comparecer à Copa do Mundo. E deve assistir ao seu primeiro jogo no duelo entre Portugal e Marrocos, no dia 20, próxima quarta-feira, no estádio Luzhniki, em Moscou.

+ Com meio de campo habilidoso e faca nos dentes, Uruguai desafia Egito

+ Seleção de Tite troca 'jeitinho brasileiro' por futebol científico

+ Marrocos e Irã fazem 'duelo de coadjuvantes' na Arena Zenit

De acordo com o assessor de Blatter, Thomas Renggli, o ex-presidente da Fifa estará na capital russa no dia 20 e "possivelmente verá a partida" do time de Cristiano Ronaldo, segundo afirmou Renggli à agência de notícias Associated Press.

Aos 82 anos, Blatter afirmou recentemente que estava evitando sair da Suíça seguindo orientações dos seus advogados. O ex-dirigente corre o risco de ser preso pela Justiça dos Estados Unidos no âmbito das investigações de corrupção na cúpula da Fifa, nos últimos anos.

 

Foi justamente para a Rússia que Blatter fez sua última viagem como presidente da Fifa, em julho de 2015, para o sorteio das Eliminatórias da Copa do Mundo, em São Petersburgo. Desde então, Blatter se aproximou de Putin, de quem recebeu o convite para comparecer ao Mundial.

Esta é a primeira em onze edições do torneio em que o suíço não terá o papel de comandante ou organizador do evento. Derrubado diante do pior escândalo de corrupção da história do esporte, Blatter deixou em 2015 seu reinado depois de quatro décadas como secretário-geral e, depois, presidente da entidade.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.